Notícias

Rubberon apresenta sua planta fabril na ZFM para a Suframa

Empresa usa látex regional como matéria=prima e quer ampliar a inserção da empresa no mercado internacional, atingindo os países vizinhos ao Brasil
Publicado em 06/10/2020 13h11 Atualizado em 06/10/2020 15h39

Os processos realizados pela empresa foram apresentados à comitiva da Suframa (Foto: Márcio Gallo/Suframa)

A borracha, insumo tradicional da região amazônica, deve voltar a ter sua importância destacada por meio da Rubberon, empresa instalada na Zona Franca de Manaus (ZFM) que beneficiará o produto, adicionando valor agregado. Para isso, gerará empregos e investimentos no Polo Industrial de Manaus (PIM) e por todo o Brasil, devido à cadeia produtiva que vai desde a retirada do insumo de forma sustentável da floresta até a comercialização no mercado nacional e a exportação por meio de portos do sudeste do País.

Essa realidade foi identificada em visita da equipe de gestão da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) e do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), ocorrida no último dia 2 de outubro, que foi recebida pelo diretor da empresa, Marco Antônio Garcia. Na oportunidade, Garcia apresentou a estrutura fabril da Rubberon, comentou sobre os subprodutos gerados a partir do látex regional e apresentou dados sobre a estrutura criada para propiciar a produção na ZFM e quais propostas estão sendo discutidas para ampliar a inserção da empresa não apenas no Brasil, como também em países vizinhos.

Garcia disse, ainda, que a parceria com a Suframa dá segurança para atuar na região, em especial devido à celeridade na aprovação de projetos. Ele também falou que é importante trabalhar para atrair mais empresas do segmento para que se possa fortalecer o setor e gerar mais oportunidades na região. "Quanto mais empresas tivermos, mais forte poderemos ser e melhores condições de trabalho teremos como oferecer, além de melhor atender às demandas do mercado", afirmou, lembrando ainda que a Rubberon está ampliando suas atividades e, inclusive, vai atender à maior fabricante de pneus instalada na região.

O superintendente da Autarquia disse que essa parceria comentada pelo diretor da empresa deve ser uma marca da Suframa, alinhada ao discurso comum que Polsin tem feito aos dirigentes industriais sobre o papel de integradora e facilitadora da Superintendência na região. "O que é bom para as empresas, será bom para a Suframa se além de gerar riquezas, espraiarmos essas riquezas além de Manaus", pontuou, lembrando da cadeia produtiva promovida pela empresa em municípios do interior do Amazonas.

Segmentos
Ao todo, a Rubberon tem inserção direta em 11 segmentos, tais como agronegócios; alimentação; arquitetura e decoração; mobília; automotivos; eletrodomésticos; indústria química; saneamento; brinquedos; construção; e consumo e limpeza. A empresa tem capacidade produtiva total de 60 mil toneladas por ano e, para tanto, realizou diversos investimentos em sua unidade fabril em Manaus, a qual pretende estruturar ainda mais, atualizando a planta produtiva. Além disso, estão previstos investimentos em projetos de âmbito social, contribuindo com as comunidades locais.

Empresa, Indústria e Comércio