Principais Tropas

Publicado em 30/12/1999 23h00 Atualizado em 23/09/2019 17h40

Dragões da Independência

Unidade Militar criada, em 1808, por D. João VI, os Dragões da Independência envergam o uniforme da Imperial Guarda de Honra de Dom Pedro I. A unidade teve sua origem no 1º Regimento de Cavalaria do Exército. Em 1946, recebeu a atual denominação e, em 1968, mudou-se do Rio de Janeiro para Brasília.

 DRAGOES 1

Escolta de Batedores

 A escolta é constituída por motociclistas das três Forças Singulares - Marinha, Exército e Aeronáutica - que usam seus uniformes operacionais apropriados à constituição da escolta de batedores.

 Escolta de Batedores



Batalhão da Guarda Presidencial

O Batalhão da Guarda Presidencial é uma unidade originária do Batalhão do Imperador, criado por decreto de 18 de janeiro de 1823, assinado por D. Pedro I, e organizado em meio às campanhas de pacificação que se desenvolveram após a independência.

Em 1960, ao transferir-se para Brasília, recebeu sua atual denominação.

 None

 

 

Bateria Histórica Caiena

O 32º Grupo de Artilharia de Campanha é também conhecido como os Artilheiros da Bateria Histórica Caiena. A origem ao nome remonta a 14 de janeiro de 1809, quando tropas brasileiras ocuparam Caiena (capital da Guiana Francesa) a mando de D. João VI, príncipe regente de Portugal que havia declarado guerra à França. Naquele dia, a Companhia de Artilharia que participou da ocupação da Guiana Francesa realizou uma salva de 21 tiros para comemorar o feito.

Em 31 de julho de 1809, esse grupo militar se transforma no Corpo de Artilharia da Corte e passa a usar – até hoje – na manga direita de seus uniformes a palavra Caiena, para lembrar a histórica operação militar.

 

 Caiena1

Caiena2