Notícias

Transparência

Entreaberta: podcast sobre transparência pública e participação social

Programa visa detalhar o papel que cada um pode ter para contribuir com soluções e transformar as instituições e a sociedade
Publicado em 20/05/2021 16h13 Atualizado em 20/05/2021 16h35

O Nexo, o Instituto de Governo Aberto e a Fundação Friedrich Ebert Brasil lançam, em 21 de maio, o podcast “Entreaberta”. O projeto vai trazer reflexões sobre os desafios e os caminhos possíveis para tornar governos e políticas públicas mais transparentes e participativas.

Ao longo de uma temporada de oito episódios, publicados quinzenalmente, o podcast vai conversar com especialistas e contar as histórias de pessoas que atuam para construir pontes entre diferentes setores. Um dos objetivos do “Entreaberta” é detalhar o papel que cada um pode ter para contribuir com soluções e transformar as instituições e a sociedade, mesmo diante de problemas estruturais.

Para acompanhar, clique aqui

O primeiro episódio, que vai ao ar dia 21 de maio, tem como tema as desigualdades do sistema Judiciário e iniciativas que tentam torná-lo mais aberto e menos distante da sociedade. Todos os episódios estarão disponíveis no site do Nexo e em tocadores de podcast. Para não perder nenhum episódio, basta assinar o feed em lugares como o Anchor, Spotify e Apple Podcasts.

Sobre a parceria

O “Entreaberta” é fruto de uma parceria do Nexo, com o Instituto de Governo Aberto, dedicado a promover a transparência, a participação e a integridade para a defesa de direitos, e a Fundação Friedrich Ebert Brasil, fundação política mais antiga da Alemanha.

O Instituto de Governo Aberto é uma organização da sociedade civil fundada em 2018 que atua em três frentes para conectar o Estado e a sociedade: apoio a governos no desenvolvimento de políticas de transparência e participação; projetos e pesquisas junto a outras organizações da sociedade civil; e processos de formação para gestores públicos, jovens, conselheiros e cidadãos.

Fundada em 1925, na Alemanha, a Fundação Friedrich Ebert leva o nome do primeiro presidente eleito democraticamente no país europeu e atua no Brasil desde 1985. Ligada ao campo progressista da social-democracia e aos sindicatos livres, a organização promove a democracia inclusiva, a economia sustentável e a justiça social. Sua atuação passa por atividades de formação e assessoramento político, cooperação internacional, produção de conhecimento e apoio a organizações, partidos e coletivos.

Com informações do Nexo Jornal
Acesse matéria 

entreaberta.png