Notícias

Participação

CGU e OCDE lançam o projeto Valores do Serviço Público Federal

Objetivo é alinhar a construção de valores com a estratégia de integridade pública da OCDE, reunindo setores público e privado e a sociedade
Publicado em 06/10/2020 19h01 Atualizado em 06/10/2020 19h11
CGU e OCDE lançam o projeto Valores do Serviço Público Federal

Primeira etapa do projeto prevê que valores serão coletados por meio de pesquisa a ser realizada com todos os servidores públicos federais

A Controladoria-Geral da União (CGU) lançou, na manhã desta terça-feira (6/10), com o apoio da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o projeto Valores do Serviço Público Federal. O lançamento foi realizado durante reunião virtual, por meio da plataforma Teams, com representantes das Unidades de Gestão da Integridade (UGIs) e das áreas de integridade das empresas estatais. 

Os objetivos da iniciativa são construir, de forma participativa, os valores da administração pública  federal e alinhar o resultado dessa construção com a estratégia de integridade pública da OCDE (Manual da OCDE de Integridade Pública), reunindo setores público e privado e a sociedade como participantes do projeto. O ministro da CGU, Wagner Rosário, fez a abertura do encontro e destacou a importância de valores claros de ética e integridade para o crescimento do país.  

A primeira etapa do projeto prevê que valores serão coletados por meio de pesquisa a ser realizada com todos os servidores públicos federais. A pesquisa será eletrônica e realizada entre os dias 12 e 23 de outubro. Em seguida, os valores indicados por eles passarão por processos de seleção e validação, incluindo a participação de representantes do setor privado e da sociedade civil. A partir da próxima semana, para estimular a participação dos servidores na pesquisa, a CGU promoverá ações de sensibilização e indução junto à alta administração e UGIs de todos os Ministérios e entidades vinculadas. 

Durante o lançamento do projeto, o ministro Wagner Rosário destacou os valores como algo indispensável para a correta atuação no serviço público. “Os valores ajudam na tomada de decisões com base em princípios arraigados que mostram o que é certo e o que é errado. Tenho a certeza de que a participação do governo federal, como um todo, na busca de valores que realmente representem o que nós acreditamos e o que queremos que a Administração Pública seja será um importante passo que nós daremos como uma Administração Pública íntegra, correta e que entrega os resultados que a sociedade espera”, afirmou Rosário. 

O ministro destacou ainda a importância do aumento da confiança da população em relação ao governo. “Hoje, muitas vezes, nós temos dificuldades em trazer questões éticas e de integridade para dentro da Administração Pública porque já existe uma desconfiança. Isso dificulta muito o trato da coisa pública, sobretudo para quem está trabalhando na construção de um país melhor. São passos a serem dados. Para começarmos, precisamos de valores claros que guiem nossas instituições e nossos servidores para que possamos, assim, fazer um processo de mudança que seja efetivo e que faça realmente o nosso país crescer, que é o desejo de todos nós”, enfatizou.  

O analista de políticas da OCDE Frédéric Boehm, responsável pela coordenação dos trabalhos de integridade pública na América Latina da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), também participou da reunião. A coordenadora-geral de Integridade Pública da CGU, Carolina Carballido, apresentou o papel das UGIs e representantes das áreas de integridade das estatais no âmbito do projeto, bem como as etapas, a metodologia e os prazos.  

Saiba mais detalhes sobre o projeto Valores do Serviço Público Federal: www.cgu.gov.br/valores.