Notícias

Manual orienta sobre organização das cópias digitais do acervo

Publicado em 08/09/2021 14h30

Você conhece o Manual de procedimentos para a organização de representantes digitais no Arquivo Nacional ?

A publicação traz todas as rotinas pelas quais os representantes digitais são submetidos na principal instituição arquivística do país. São etapas que vão desde a nomeação dos objetos digitais segundo normas arquivísticas, passando por áreas de quarentena, transferência e guarda, dentre outras etapas. Todo esse processo é realizado em ambientes controlados, garantindo a preservação e o acesso aos documentos em suporte digital.

O manual foi desenvolvido, inicialmente, para procedimentalizar a gestão dos objetos resultantes da digitalização de documentos originais em suportes convencionais mantidos pelo AN, ou da digitalização de cópias microfilmadas desses documentos. Num segundo momento, também foram incluídas as cópias de documentos originais digitais, à medida que a instituição já os recebia para guarda permanente. Após atualizações e revisões periódicas, a segunda edição do manual encontra-se disponível, para download gratuito, na página "Lançamentos" da seção de Publicações do nosso portal.

Os procedimentos contidos nesse guia oferecem parâmetros que podem ser seguidos por outros órgãos e entidades na gestão e preservação de seus representantes digitais, no âmbito do Sistema de Gestão de Documentos e Arquivos da administração pública federal (Siga), e do Sistema Nacional de Arquivos (Sinar), ou mesmo por instituições privadas.

 

*Texto: ASCOM/ Arquivo Nacional