Notícias

Arquivos estaduais recebem computadores com apoio do Conarq

Publicado em 01/10/2021 16h26

O Conselho Nacional de Arquivos (Conarq), órgão colegiado vinculado ao Arquivo Nacional, atuou em parcerias para a doação, por meio de emendas parlamentares, de 16 computadores para arquivos públicos de quatro estados.

Após consulta aos dirigentes dos arquivos estaduais que compõem o Sistema Nacional de Arquivos (Sinar), a coordenação de apoio ao Conarq obteve a manifestação de interesse do Arquivo Público de Alagoas (APA), do Arquivo Público do Estado do Amazonas (Apeam), do Arquivo Público do Estado da Bahia (Apeb), e do Arquivo Público do Estado do Espírito Santo (Apees).

Alguns dos equipamentos doados já foram enviados, em voos realizados pela Força Aérea Brasileira, ao Apeam e ao Apeb. “Os computadores recebidos vão ampliar os serviços prestados e os projetos em andamento, além de reforçar a atuação técnica da instituição no processo de modernização da gestão e preservação de documentos”, afirma Marcelo Silva, chefe do Apeam.

Para Maria Teresa Matos, da diretoria do Apeb, a chegada dos computadores contribuirá para fomentar projetos que visam ampliar a descrição e a digitalização do acervo documental custodiado, com vistas a qualificar o acesso web a cidadãos e cidadãs. Dentre esses projetos, ela destaca a disponibilização de um maior número de conteúdos digitais no Diretório Brasil de Arquivos (Dibrarq), do Arquivo Nacional, que irão compor a coleção temática comemorativa do Bicentenário da Independência do Brasil, em 2022.

Maria Teresa aponta, também, que cooperações como essa com o Conarq são estratégicas para o fortalecimento do Sinar, lembrando que “a autonomia das competências entre os entes da federação brasileira impõe o desafio de organizar uma ação coordenada e articulada”. Marcelo Silva, por sua vez, entende que esse tipo de iniciativa é fundamental para avançar no desenvolvimento de uma política nacional de arquivos que consiga chegar nos estados e municípios. “É preciso apostar no fortalecimento e modernização das instituições arquivísticas, que são essenciais para o acesso à memória, gestão e transparência governamental, requisitos indispensáveis para uma democracia vigorosa”, ressalta ele.

A aquisição dos equipamentos foi viabilizada pelo programa "Estruturação e Modernização dos Arquivos Públicos", apresentado na Cartilha de Emendas Parlamentares 2020, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, ao qual o Arquivo Nacional é subordinado. A proposta do programa visava auxiliar os arquivos públicos com recursos para o aprimoramento da sua infraestrutura, ajudando a garantir o recolhimento, a gestão, o processamento técnico, a preservação e a difusão dos documentos arquivísticos. Na versão 2021 da Cartilha, foi incluído o programa "Aquisição de scanners de digitalização de documentos e arquivos deslizantes de guarda de documentos", também voltado para arquivos públicos estaduais e municipais.

 

*Legenda da imagem: Computadores preparados para envio em voos da FAB.

**Crédito da matéria: ASCOM/Arquivo Nacional