Notícias

Arquivo Nacional realiza primeira entrega do SIG-Siga

Publicado em 04/11/2021 12h24

A Coordenação de Tecnologia da Informação do Arquivo Nacional apresentou a versão MVP (minimum viable product, ou “produto mínimo viável”) da ferramenta que fará o gerenciamento de informações sobre a gestão documental no âmbito do Sistema de Gestão de Documentos e Arquivos (Siga), da administração pública federal.

O chamado “SIG-Siga”, desenvolvido em parceria com a Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação do Ministério da Justiça e Segurança Pública, será o sistema estruturante que permitirá a plena governança do Siga, sistema estruturador do governo federal responsável por organizar as atividades de gestão de documentos dos órgãos setoriais e seccionais, sob a supervisão do Arquivo Nacional, como órgão central. Sendo assim, o SIG-Siga possibilitará o monitoramento, a orientação normativa, a comunicação e a coleta de dados dos órgãos de forma interativa, com perfis que determinam níveis de acesso.

A versão MVP possui módulos que permitem o planejamento e monitoramento das atividades, assim como um diagnóstico, por meio de coleta de dados, do nível de maturidade da gestão documental nos órgãos e entidades do Siga. Além disso, o SIG-Siga já apresenta os módulos de administração, cadastro de usuários e suporte à gestão de documentos, com previsão de interoperabilidade com o sistema de orientações técnicas já utilizado pela equipe do AN na prestação de consultas sobre procedimentos de produção, tramitação, uso, avaliação e arquivamento de documentos.

Em breve, o SIG-Siga deverá incluir outras funcionalidades, como o acesso a indicadores, relatórios e editais de eliminação de documentos dos órgãos e entidades. Também serão disponibilizados os instrumentos de gestão documental (códigos de classificação e tabelas de temporalidade e destinação de documentos de arquivo), que devem ser submetidos à aprovação do AN. 

Segundo a Diretora-Geral do AN Neide De Sordi, o SIG-Siga será um aliado na correção de disfunções na execução dos procedimentos de gestão dos documentos na administração pública federal. “É preciso ter essas informações para acompanhar a implementação da política de gestão de documentos e arquivos, fazendo um gerenciamento melhor dos recursos”, avalia a gestora.

 

 

*Texto: ASCOM/ Arquivo Nacional