uptlogo.jpg

Histórico do Programa

Em 2008, a Controladoria-Geral da União (CGU) e o Instituto Cultural Mauricio de Sousa firmaram o Termo de Parceria nº 20/2008, com o objetivo de conceber o Programa UM POR TODOS E TODOS POR UM! PELA ÉTICA E CIDADANIA!. O Programa foi lançado em 9 de dezembro de 2009, durante as comemorações do Dia Internacional Contra a Corrupção, com os seguintes objetivos: 

  • Disseminar valores e padrões éticos de conduta na comunidade escolar, bem como na sociedade na qual está inserida, de modo que os conceitos de transparência, ética, controle social e cidadania. 

  • Ações educativas que levem à formação ética e moral de todos os membros que atuam nas instituições escolares 

  • Exercer a democracia e a convivência social nas escolas e nas comunidades; 

  • Promover a autoestima, condição essencial para ser um cidadão pleno de suas capacidades; 

  • Promover a valorização das diferenças e a igualdade de oportunidades para todas as pessoas; 

  • Construir valores sociais permanentes, laços comunitários, responsabilidades sociais; 

  • Desenvolver a consciência própria da condição humana, da cidadania universal voltada para a preservação do Planeta, da paz e da harmonia entre os povos. 

histricoupt.PNG

ALCANCE

Em 2009, numa ação piloto, o Programa foi implantado em 61 escolas de todo o país. Na oportunidade, foram alcançados 18.000 estudantes e capacitados 180 profissionais.

Tendo sido aceita e muito bem avaliada pela comunidade escolar, a ação foi estendida a 500 escolas públicas e particulares de ensino, alcançando cerca de 290 mil participantes, de diversos estados brasileiros, em 2011.

A CGU ampliou o alcance em outubro de 2014, permitindo a adesão ao Programa por entes governamentais (prefeituras e estados) e entidades privadas de ensino, interessados em executar o Programa nas escolas. Nessa nova fase, a iniciativa foi ampliada para 1.049 escolas, atendendo a 91.890 estudantes e capacitando mais de 3.388 professores. 

Em 2015, parceria firmada entre a CGU, o Ministério da Educação viabilizou a impressão de 250 mil kits para todo o país. Assim, as escolas participantes da última edição do programa, ocorrida em 2014, e mais cerca de 1.500 escolas escolhidas com base no Pacto Nacional para Redução de Homicídios do Ministério da Justiça, por estarem situadas nos municípios com maior vulnerabilidade participaram dessa edição. Em 2016, o Programa alcançou a marca de 173.993 estudantes, 7.645 professores e 1.991 escolas participantes.   

A adesão de novos parceiros possibilitou aumentar a aplicação do material. Em 2017, participaram da execução: 1.780 escolas, 5.548 professores e 148.775 estudantes. Por fim, em 2018. o residual do material impresso foi aplicado para 104 escolas, 241 professores e 2.069 estudantes. Em 2019, foi realizada uma aplicação piloto do material digital para 18 escolas, 46  professores e 1260 estudantes, e ainda o material impresso para 93 escolas, 152 professores e 6.804 estudantes.

Em todas as edições, educadores e estudantes avaliaram positivamente o Programa, destacando a importância da sua proposta pedagógica, a riqueza do conteúdo didático e a ludicidade do material: 


copy_of_histricoupt.PNG

Gostaria de parabeniza-los pela iniciativa e cuidado com a elaboração do Programa e com o material do kit. Nós o consideramos muito atraente e motivador para as crianças. Façamos votos que o Programa UPT se torne uma ação permanente e que se desdobre para os outros anos do Ensino Fundamental. “                

Professor Eldes Ferreira de Lima/MS

 

Fiquei muito feliz. Os estudantes gostaram muito e o Programa nos traz uma responsabilidade como cidadãos em participar ativamente e refletir sempre acerca das nossas decisões. Muito legal!”                                                                   

Professora Rose Paula Pinto dos Santos/BA 

 

Então, antes eu xingava, brigava, mas agora ganhei este livro da Turma da Mônica, não estou mais xingando nem brigando. Porque aprendi a respeitar as pessoas 

                                              Aparecida Sene dos Santos, estudante. /MT 

copy2_of_histricoupt.PNG

As avaliações positivas da comunidade escolar, somadas ao grande interesse de outros entes federados e instituições privadas em aplicar o material didático, foram fundamentais para que a CGU empreendesse uma série de iniciativas em direção à ampliação e universalização do Programa concretizadas por meio de importantes parcerias com o Ministério da Educação MEC e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar. 

ESTATÍSTICAS DE APLICAÇÃO DO PROGRAMA

estatsticasUPT.png