Notícias

Melhorias

CGU busca solução para sobrecarga no Portal da Transparência apresentada após publicação de dados do Auxílio Emergencial

Objetivo é dar mais robustez à ferramenta e divulgar, em breve, consultas inéditas como dados de aposentados e pensionistas e notas fiscais eletrônicas relativas às compras públicas
Publicado em 15/09/2020 11h08 Atualizado em 15/09/2020 13h37
CGU busca solução para sobrecarga no Portal da Transparência apresentada após publicação de dados do Auxílio Emergencial

Aumento de acessos ao Portal sobrecarregou a estrutura utilizada para apresentar os demais dados da ferramenta

A Controladoria-Geral da União (CGU) informa que, nas últimas semanas, o volume de acessos simultâneos ao Portal da Transparência (www.transparencia.gov.br) apresentou um aumento de 400% em relação ao histórico tradicional de acesso à ferramenta. O incremento se deu em função da divulgação, no Portal, das informações do Auxílio Emergencial com os respectivos pagamentos das parcelas, consulta por meio da qual é possível detalhar a lista completa dos beneficiários – composta por mais de 65 milhões de pessoas – com filtros por estado, município e mês.

O aumento de acessos ao Portal sobrecarregou a estrutura utilizada para apresentar os demais dados da ferramenta, como aqueles relativos a contratos, licitações, servidores, receitas e despesas do Governo Federal, bem como os relacionados ao próprio benefício. Para sanar essa questão, a CGU está empregando todos os esforços em busca de aprimorar a capacidade do Portal e atender a essa nova demanda e realidade.

Enquanto conclui os estudos e os investimentos necessários – de aproximadamente R$ 5 milhões por ano – para dar mais robustez e capacidade de resposta ao Portal da Transparência, o Governo Federal prepara novas bases para divulgação. Como previamente planejado, a CGU irá colocar em transparência ativa, neste ano de 2020, os dados de aposentados e pensionistas do Governo Federal – inclusive dos militares, cujos dados já estão de posse da Controladoria – e, nos próximos meses , as notas fiscais eletrônicas relativas às compras públicas dos órgãos e entidades da administração pública.

Em que pese as novas bases para divulgação estarem praticamente prontas, a disponibilização dessas informações, nesse momento, irá sobrecarregar ainda mais o sistema, ocasionando uma piora na prestação dos serviços à sociedade. Em breve, teremos uma resposta definitiva para a questão, o que certamente resultará na melhoria dos serviços prestados e no incremento da transparência do Governo Federal.

A CGU agradece a compreensão e paciência de todos os usuários do Portal da Transparência e reafirma o compromisso de tornar a administração pública cada vez mais transparente.