Notícias

Informação

CGU lança página na internet com ações do governo federal no combate ao coronavírus

Objetivo é promover a transparência das medidas urgentes que estão sendo adotadas por órgãos e instituições públicas federais
Publicado em 07/04/2020 15h29 Atualizado em 07/04/2020 15h39
CGU lança página na internet com ações do governo federal no combate ao coronavírus

Página foi lançada na última sexta-feira, dia 4, no endereço www.gov.br/cgu/coronavirus

A Controladoria-Geral da União (CGU) criou uma página na internet, dentro do site da CGU, com as principais ações do governo federal no combate ao coronavírus. O objetivo é promover a transparência das medidas urgentes que estão sendo adotadas por órgãos e instituições públicas federais na luta contra a pandemia e facilitar o encontro das ações por todos os interessados, sejam cidadãos, gestores públicos ou profissionais de saúde. O endereço da página é www.gov.br/cgu/coronavirus. 

A página, lançada na última sexta-feira, dia 4, reúne dados sobre saúde como: números no Brasil, informações sobre leitos e equipamentos, orientações a profissionais de saúde e boletins epidemiológicos. Também traz conteúdo referente aos gastos federais, contratos e licitações, transparência e participação social. A página informa ainda a legislação decorrente do enfrentamento ao coronavírus, com atualização diária dos atos normativos do governo federal sobre a Covid-19. São medidas provisórias, projetos de leis, decretos, portarias, resoluções e instruções normativas editadas em função da pandemia.  

O ministro da CGU, Wagner Rosário, afirma que a prioridade agora é salvar vidas. “Atuando dentro das áreas específicas da Controladoria, estamos procurando ampliar os dados da transparência e dar o máximo de acesso à informação, bem como resolvendo os problemas relativos à área correicional e à área de maior segurança nas contratações públicas, visto que essas contratações tiveram suas exigências relativizadas nesse período de emergência onde a nossa prioridade é salvar vidas e evitar maiores transtornos, destacou Rosário.