Notícias

Parceria

CGU e UFRN assinam acordo que facilita acesso a dados públicos

Objetivo é o desenvolvimento conjunto de soluções de TI para facilitar a vida de quem utiliza as ouvidorias públicas
Publicado em 03/03/2020 10h43 Atualizado em 03/03/2020 10h44
CGU e UFRN assinam acordo que facilita acesso a dados públicos

Acordo permitirá que instituições compartilhem informações para o desenvolvimento conjunto de soluções de TI para facilitar a vida do cidadão

O superintendente da Controladoria–Geral da União no Rio Grande do Norte (CGU-RN), Marcelo Borges de Sousa, e o reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), José Daniel Diniz Melo, assinaram acordo de cooperação na última quinta-feira (27), com o objetivo de desenvolver instrumentos de inteligência artificial e metodologias automatizadas de análise de dados produzidos no âmbito do Programa de Avaliação Cidadã de Serviços e Políticas Públicas da CGU.

O Acordo de Cooperação firmado entre a CGU e a UFRN terá impacto em todo País, por permitir o aprimoramento na interação entre o Estado e o cidadão através do Fala BR, plataforma utilizada por todo o Sistema de Ouvidoria do Poder Executivo Federal, além de mais de 300 unidades estaduais e cerca de 1.500 unidades municipais. O acordo permitirá que as instituições compartilhem informações para o desenvolvimento conjunto de soluções de TI para facilitar a vida do cidadão que utiliza as ouvidorias. 

O produto dessa cooperação deverá resultar em um conjunto de técnicas, metodologias, aprendizados e ferramentas que permitam a análise crítica de políticas e serviços públicos por meio dos dados das ouvidorias. Um exemplo é o desenvolvimento de um modelo preditivo que venha a classificar automaticamente uma manifestação de ouvidoria em reclamação, denúncia, elogio, sugestão, solicitação de providências ou pedido de acesso à informação, sem que o cidadão tenha que conhecer as definições legais de cada tipo.

Do ponto de vista prático, essas ferramentas significam um atendimento mais rápido para as manifestações da população e permitem respostas mais qualificadas, além da desburocratização do processo. 

Segundo Marcelo Borges, “este acordo de cooperação com a UFRN está em linha com a estratégia da CGU de firmar parcerias com os diversos setores da sociedade, neste caso, a academia, sempre buscando fortalecer as políticas desenvolvidas pelo órgão em prol do cidadão e da desburocratização dos serviços prestados à sociedade”. 

Para o reitor Daniel Diniz, é papel da UFRN incentivar a participação, proteção e defesa dos direitos do usuário dos serviços públicos da administração federal, bem como melhorar os mecanismos de acesso aos dados públicos, fato que pode ser concretizado com a assinatura do contrato.