Notícias

Encontro

CGU e IPEA realizam reunião inaugural do Acordo de Cooperação Técnica

Educação superior, transferências voluntárias, compras públicas, bem como ciência e tecnologia, saneamento e transportes são assuntos que serão tratados entre as instituições
Publicado em 15/02/2020 18h16 Atualizado em 26/02/2020 16h30
CGU e IPEA realizam reunião inaugural do Acordo de Cooperação Técnica

Educação superior, transferências voluntárias, compras públicas, bem como ciência e tecnologia, saneamento e transportes são assuntos que serão tratados entre as instituições

A Controladoria-Geral da União (CGU) e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) realizaram, no dia 14 de fevereiro, reunião inaugural do acordo de cooperação técnica. O encontro contou com a participação de interlocutores dos dois órgãos designados no acordo, além de representantes de áreas interessadas em compartilhar conhecimentos por meio da parceria. 

A Secretaria Federal de Controle Interno (SFC) esteve representada por todas as seis diretorias, quando foram expostos trabalhos e temas que podem ser estudados com o IPEA. Dentre esses temas, estão: educação superior, transferências voluntárias, compras públicas, ciência e tecnologia, saneamento e transportes. Além desses, foi mencionada a possibilidade de atuação conjunta entre os dois órgãos, no âmbito do Conselho de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (CMAP), nas áreas de previdência e benefícios, fundos constitucionais (FCO, FNE e FCO) e PRONAF. 

Já o IPEA destacou como áreas de interesse: regulação e infraestrutura, informações sobre o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), compras públicas, ciência e tecnologia, logística, segurança, entre outras. Além disso, o Instituto ressaltou o interesse em acessar bases de dados de políticas públicas e em estudar, em caráter científico, os posicionamentos da CGU manifestados em seus trabalhos. 

Com a parceria, há a expectativa de que o IPEA possa apresentar sugestões metodológicas para o aprimoramento das avaliações propostas em auditorias, analisar dados e realizar estudos estatísticos, prestar apoio técnico em projetos desenvolvidos pela CGU, entre outras contribuições.  

A partir de agora, as diretorias da SFC interessadas em explorar temas com o auxílio do IPEA possuem um canal formalmente instituído para a proposição de iniciativas e projetos, a formação de parcerias específicas, além da possibilidade de se alcançar maior qualificação nos trabalhos. Em termos operacionais, para cada possível projeto específico, basta que os contatos iniciais sejam feitos entre os diretores das duas organizações, sendo dada ciência aos pontos focais do IPEA (andre.rauen@ipea.gov.br) e da CGU (sfc.di@cgu.gov.br).