Notícias

Nova publicação aborda alimentação escolar em comunidades quilombolas

Documento é fruto de projeto de cooperação técnica
Publicado em 05/01/2022 10h43 Atualizado em 05/01/2022 11h42
CdE_publicacao_pnae_quilombola

O Brasil possui um dos maiores e mais estabelecidos programas de alimentação escolar do mundo, servindo refeições nutritivas e saudáveis a mais de 40 milhões de alunos em todas as regiões do País. Implementar esse programa em território de dimensões continentais e com rica variedade étnica e cultural requer constante inovação e atenção às necessidades próprias de cada comunidade.

A nova publicação “Alimentação Escolar de Comunidades Tradicionais: o PNAE quilombola” apresenta os desafios e soluções encontrados pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) para atender às necessidades  de comunidades tradicionais quilombolas. O documento é fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Cooperação (ABC), do Ministério das Relações Exteriores (MRE), o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e o Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos, para o compartilhamento, com países parceiros, de boas práticas no tema da alimentação escolar.

As principais estratégias de apoio  às comunidades quilombolas pelo PNAE estão relacionadas ao  provimento de recurso especial para compra de alimentos para os alunos, à preservação da cultura alimentar por meio de elaboração de cardápios escolares adaptados e à compra de alimentos da agricultura familiar local. O documento pode ser acessado aqui.