Notícias

CEASP/Bissau promove torneio de jogo africano e cria primeira federação com representação nacional

O CEASP é fruto da cooperação Sul-Sul Trilateral Brasil - Guiné-Bissau
Publicado em 13/10/2021 10h29
torneio2.jpegO Centro Educacional Amizade São Paulo (CEASP), construído no âmbito do projeto de cooperação Sul-Sul Trilateral “Jovens Lideranças para a Multiplicação de Boas Práticas Socioeducativas”, cria a primeira Federação Nacional de “Huurr Awalé” da Guiné-Bissau e promove o primeiro torneio do jogo no país.
 
Huurr Awalé é um jogo tradicional africano que envolve o raciocínio lógico e desenvolve habilidades de matemática e cooperação. A versão brasileira deste jogo chama-se Mancala.
 
Federação
 
Um grupo de jovens do CEASP criou a Federação Nacional de Jogos tradicionais Huur Awalé da Guiné-Bissau, lançada em 04/10 durante cerimônia ocorrida na escola. É a primeira vez que uma instituição cria uma federação especifica para disseminar o jogo na Guiné-Bissau. O grupo realiza o primeiro torneio do jogo naquele país.
 
Segundo a consultora internacional contratada para o projeto “Jovens Lideranças”, Pâmela Gaino, apesar de ser um jogo muito conhecido popularmente, não existia uma representação nacional. "Além de disseminar o jogo nas escolas públicas, a Federação também pretende descobrir novos talentos para, possivelmente, participar do torneio africano”, disse Gaino. “Estamos construindo um caminho onde a educação, o esporte e o lazer sejam parte da história de um novo modelo de educação para a Guiné-Bissau”, completa.
 
Os organizadores da Federação de Huurr Awalé, assim como do torneio, já confirmaram o apoio das seguintes organizações: governo guineense, por meio da Presidência da República, da Secretaria de Estado da Juventude, Cultura e Desporto e do Ministério de Educação Nacional e Ensino Superior; Cruz Vermelha da Guiné-Bissau; ONG Associação Nova Atitude Africana (ANAA); Estados de África na Diáspora (SOAD); Federação Francesa Jogo Awalé e Federação Ivorence de jogos Awalé (Cót Vóir). Também apoia a iniciativa a Embaixada do Brasil em Bissau.
 
Huurr Awalé (mancala)
 
Huurr Awalé, ou mancala, no Brasil, é uma excelente ferramenta nas aulas de matemática, por exemplo, porque exige raciocínio, lógica e estratégias. O jogo é também conhecido como “xadrez africano”.
 
Amplamente difundido e popular na África, o jogo pode ser feito com simples materiais, fáceis de encontrar, como sementes e madeira. Um tabuleiro com duas cavidades maiores, chamados oásis, e 12 ou mais menores (originalmente, os jogadores sentavam e cavoucavam o chão para semear e colher), é usado para distribuir as sementes, uma a uma, com o objetivo de acumular o maior número delas no oásis.
 
A realização de oficinas recreativas com crianças e adolescentes para fabricar o jogo com materiais recicláveis faz parte do planejamento de atividades que envolvem a disseminação do jogo no CEASP. As oficinas aliam-se ao Programa Buli-Buli pedagógico, já inserido na programação pedagógica do Centro.
 
Projeto
 
O projeto “Jovens Lideranças para a Multiplicação de Boas Práticas Socioeducativas” é coordenado pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC), do Ministério das Relações Exteriores (MRE), e implementado em parceria com a UNESCO, o Instituto Elos, a Fundação Gol de Letra, a Secretaria de Educação da Prefeitura de Vitória (ES) e o governo da Guiné-Bissau.
 
A construção do CEASP, inaugurado em 2014, foi realizada de forma colaborativa, com a participação dos governos do Brasil e da Guiné-Bissau, da comunidade do bairro São Paulo, na capital do país, da UNESCO e das instituições parceiras do projeto.
torneio3.jpeg
torneio1