HISTÓRICO

Publicado em 19/10/2021 23h00 Atualizado em 08/11/2021 09h23

Foto: Lilian Bueno

   A busca e disseminação do conhecimento na área de radiações ionizantes aplicada à radioproteção, dosimetria e atendimento a emergências radiológicas têm sido rotina no IRD. Os seus funcionários participam de importantes eventos, missões técnico-científicas, estágios e cursos em instituições do Brasil e do exterior. Para o intercâmbio de conhecimento, o instituto recebe visitas de profissionais de diversos países que realizam seminários e cursos.

   A AIEA costuma realizar cursos regionais e inter-regionais no IRD, assim como os profissionais do instituto são convidados a participar como professores no exterior. Ao público externo, o instituto oferece cursos de capacitação profissional, palestras e outras atividades. Treina desde profissionais envolvidos com o uso da radiação ionizante a membros do público em geral. Cursos e exercícios de treinamento para atendimento a emergências radiológicas são oferecidos em vários Estados a profissionais das áreas da saúde, segurança e defesa.

   Em 2001, o IRD tornou-se uma instituição de ensino superior com o reconhecimento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação (Capes/MEC) com a implantação do Mestrado em Radioproteção e Dosimetria. Em 2011 a CAPES credenciou o programa interdisciplinar de Doutorado em Radioproteção do IRD, nas mesmas áreas do mestrado. Com áreas de concentração em Dosimetria, Física Médica, Radioecologia e Metrologia das Radiações Ionizantes, a pós-graduação recebe profissionais de diferentes instituições e alunos com bolsa da CAPES, Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio de Janeiro (FAPERJ) e AIEA. Participa, também, do curso de graduação em Física, com ênfase em Física Médica, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), oferecendo disciplinas optativas.

   Em parceria com a AIEA, o instituto oferece o curso de especialização em proteção radiológica e segurança de fontes radioativas, uma iniciativa para oferecer capacitação de alto nível em proteção radiológica. Em 2011, o centro de treinamento foi denominado Centro Regional de Ensino e Treinamento Professor Luiz Tauhata, em homenagem ao Professor Luiz Tauhata, por sua valiosa contribuição na formação de profissionais em radioproteção e dosimetria no Brasil.

   Desde a iniciação científica ao pós-doutorado, o IRD está aberto à pesquisa, à inovação, à disseminação do conhecimento, para que a ciência nuclear no país continue avance e a radioproteção e a cultura de segurança sejam cada vez mais fortalecidas.

   Com a pandemia, alguns cursos regulares foram suspensos e posteriormente retomados, na modalidade online. O curso lato sensu tem previsão de retomada em 2022. A pós-graduação stricto sensu manteve as defesas e aulas em formato remoto e os projetos de pesquisa foram sendo ajustados. 

   Para questões relacionadas ao curso lato sensu e aos cursos regulares IRD entre em contato pelo e-mail: