Notícias

Prevenção e tratamento

Hospital da Rede Ebserh/MEC no Recife é a única instituição pública de PE a realizar procedimento que detecta a toxoplasmose em fetos

Caso o diagnóstico seja confirmado, é iniciado o tratamento do bebê ainda na barriga da mãe
Publicado em 04/05/2021 12h15 Atualizado em 06/05/2021 14h12
04052021 exame toxoplasmose hc-ufpe.jpeg

Amniocentese é um procedimento de retirada do líquido amniótico para análise laboratorial, a fim de detectar a essa doença que pode causar uma série de complicações no bebê

Recife (PE) – O Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, vinculado à Rede Ebserh/MEC (HC-UFPE/Ebserh/MEC), é a única instituição pública de saúde do estado de Pernambuco a realizar gratuitamente a amniocentese, exame para diagnosticar a toxoplasmose em fetos, a fim de iniciar o tratamento do bebê ainda na barriga da mãe.

A amniocentese é um procedimento de retirada do líquido amniótico para análise laboratorial, a fim de detectar a essa doença que pode causar uma série de complicações no bebê como surdez, cegueira, atraso no desenvolvimento neuropsicomotor e até a morte.

Durante o pré-natal, a gestante realiza uma série de exames – entre eles, a sorologia para detecção de toxoplasmose, medida importante já que, muitas vezes, a doença não apresenta sintomas, mas pode ser transmitida para o feto.

“Quando a mãe é diagnosticada com toxoplasmose, realizamos o procedimento que retira o líquido amniótico para análise laboratorial. Se detectado o protozoário da doença no líquido, prescrevemos medicação em esquema tríplice para tratá-lo”, explica a médica obstetra e ginecologista Emanuelle Honorato, que também é preceptora da Residência de Medicina Fetal do HC-UFPE/Ebserh/MEC, um dos dois hospitais do Estado a possuir essa especialização.

O procedimento é realizado na sala de ultrassonografia e não apresenta riscos significativos para a gestante nem para o feto. “Quanto mais rápido for detectada a doença, melhor para a eficácia do tratamento evitando o acometimento fetal. As mães saem felizes com o tratamento e nós também que realizamos a assistência e treinamos nossos médicos residentes”, completa a médica Emanuelle Honorato.

Toxoplasmose é uma infecção não contagiosa que pode ser adquirida, na maior parte das vezes, pela ingestão de carnes cruas ou mal passadas de animais hospedeiros que contém cistos do protozoário Toxoplasma gondii. Ela precisa ser tratada pois pode infectar diversos órgãos do corpo humano.

Sobre a Rede Ebserh

O HC-UFPE faz parte da Rede Ebserh/MEC desde dezembro de 2013. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Vinculadas a universidades federais, essas unidades hospitalares têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Ebserh/MEC atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Com informações da HC-UFPE/Ebserh/MEC