Notícias

1ª Jornada Internacional de Humanidades Digitais do MAST e 2ª Oficina Acervos Audiovisuais e Relatos em História Oral

Eventos promovem discussão sobre as possibilidades das novas tecnologias para a preservação, pesquisa e divulgação do conhecimento histórico
Publicado em 23/08/2021 15h00 Atualizado em 13/09/2021 17h54
jornada-oficina-BANNER-2.jpg

O desenvolvimento tecnológico possibilitou novas formas de preservação, manipulação e acesso aos documentos históricos, provocando transformações nos processos de construção e divulgação do conhecimento. Com a popularização do acesso à internet, o público encontrou novas formas de produzir e se apropriar da História, e os historiadores têm cada vez mais explorado o potencial da web para a divulgação e a democratização do acesso ao conhecimento histórico. Neste novo contexto, um novo campo de pesquisa e ensino se consolidou: as Humanidades Digitais.

Para refletir sobre o surgimento desta recente área de atuação, o Museu de Astronomia e Ciências Afins(MAST) promove de 14 a 17 de setembro a 1ª Jornada Internacional de Humanidades Digitais do MAST. A iniciativa será realizada virtualmente, por meio do Canal do MAST no Youtube, e contará com a participação de pesquisadores nacionais e internacionais para discutir o impacto da tecnologia na preservação, na pesquisa e na divulgação.

A jornada será realizada em parceria com a 2ª Oficina Acervos Audiovisuais e Relatos em História Oral, atividade on-line que discutirá sobre a produção, preservação e acessibilidade a acervos audiovisuais e sonoros, bem como sobre os usos destes materiais em pesquisas na área de História das Ciências. A oficina busca promover uma reflexão sobre a produção crescente desses documentos e o movimento sincrônico de criação de bases de dados e repositórios para recolhimento e armazenamento. Também estão em pauta os avanços e limites da digitalização, além dos usos e reusos dessas tipologias de fonte. Os eventos estão sendo organizados pelas equipes dos projetos Portal de História da Ciência e da Tecnologia no Brasil e Vozes da Ciência no Brasil.

Confira a programação completa do evento: 

Dia 14/09

10 horas - Conferência de Abertura “Humanidades Digitales: Lugar de Encuentro”*

Convidada:
- Gimena del Rio Riande (CONICET), doutora em Filologia Românica (Universidad Complutense de Madrid), diretora do Laboratorio de Humanidades DigitalesHD CAICYT LAB (CAICYT-CONICET), co-diretora do mestrado em Humanidades Digitais (UNED, Espanha) e da Revista de Humanidades Digitales (RHD). Pesquisadora do Instituto de Investigaciones Bibliográficas y Crítica Textual (IIBICRIT-CONICET)

Mediadora:

- Marta de Almeida (MAST)

* A conferência será proferida em espanhol

14:30 horas – Conferência “Preservação Digital e Humanidades Digitais”

Convidados:
- Miguel Arellano (IBICT), doutor em Ciências da Informação (UnB), coordenador da Rede Brasileira de Serviços de Preservação Digital CARINIANA, pesquisador do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) e líder do grupo de pesquisa Estudos e Práticas de Preservação Digital Dríade. Editor do repositório internacional E-LIS e da Revista Brasileira de Preservação Digital

- Moisés Rockembach (UFRGS), doutor em Informação e Comunicação em Plataformas Digitais (Universidade do Porto), líder do Núcleo de Pesquisa em Arquivamento da Web e Preservação Digital (UFRGS). Pesquisador do Grupo de Comunicação Científica (UFRGS) e do Grupo de Informação, Comunicação e Cultura Digital (CITCEM, Universidade do Porto).Vice-coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCIN/UFRGS)

Mediadora:

- Samantha Pontes (MAST)

 Dia 15/09

 10 horas – Oficina Acervos Audiovisuais e Relatos em História Oral: Produção e usos de entrevistas

Convidados:
- Ricardo Santhiago (UNIFESP), doutor em História Social (USP), vice-presidente da Associação Brasileira de História Oral (ABHO), coordenador do Centro de Memória Urbana(CMUrb) e do Amabile – Arquivo da Memória Artística Brasileira. Editor da revista História Oral

- Carla Simone Rodeghero (UFRGS), doutora em História (UFRGS), coordenadora do Repositório de Entrevistas de História Oral (REPHO/UFRGS) e dos projetos Documentando a Experiência da Covid-19 no Rio Grande do Sul e História Oral e História Pública: diálogos, desafios e perspectivas (os casos do Brasil, da Itália e do Canadá

- Heráclio Duarte Tavares (USP), doutor em História das Ciências, das Técnicas e Epistemologia (UFRJ), ligado ao projeto Coletivos de pensamento em física nuclear em comparação: César Lattes e físicos do Hemisfério Norte nos anos 1940

Mediadoras:

- Marta de AlmeidaeAline Silva (MAST)

15:30 horas - Conferência “Pesquisa em Humanidades Digitais”

Convidados:
- Luís Antonio Coelho Ferla (UNIFESP), doutor em História Econômica (USP), coordenador do grupo de pesquisas Hímaco (História, Mapas e Computadores), do lab.hum – Laboratório de Humanidades Digitais (UNIFESP) e do projeto Pauliceia 2.0: Mapeamento Colaborativo da História de São Paulo. Integra o projeto para criação da versão em português do portal Programming Historian

- Danielle Sanches de Almeida (FGV), doutora em História das Ciências (EHESS/FIOCRUZ), pesquisadora da Diretoria de Análise de Políticas Públicas (FGV DAPP) e doLaboratório de Humanidades Digitais (Universidade Nova de Lisboa). Membro-fundadora da Associação Brasileira de Humanidades Digitais (ABHD). Integra o projeto Democracia Digital: Digitalização e Esfera Pública

Mediador:

- Mariza Bezerra (MAST)

 Dia 16/09

 10 horas – Oficina Acervos Audiovisuais e Relatos em História Oral: Preservação e acesso continuado em acervos audiovisuais e sonoros

Convidados:

- Tamires Neves Conceição (UFBA), doutora em Ciência da Informação (UFBA), pesquisadora da Iniciativa Legatum: acesso remoto e preservação digital do patrimônio audiovisual custodiado por arquivos de instituições brasileiras e de outros países de idiomas de origem latina, membro do Grupo de Estudos sobre Cultura, Representação e Informação Digitais (Cridi)

- Marco Dreer Buarque (ABPA), mestre em História, Política e Bens Culturais (FGV), vice-presidente da Associação Brasileira de Preservação Audiovisual (ABPA), membro da Câmara Técnica de Documentos Audiovisuais, Iconográficos e Sonoros do Conselho Nacional de Arquivos (CONARQ) e embaixador no Brasil da International Association of Sound and Audiovisual Archives (IASA). Fundador da empresa de preservação audiovisual Via 78

- Bruno de Andréa Roma (CMAIH/SBPC), doutor em História Social (USP), especializado em documentos fotográficos e audiovisuais. Atuou em instituições como o Arquivo Público do Estado de São Paulo e o Centro de Preservação Cultural da USP, sendo atualmente historiador da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, onde colaborou para a formação do Centro de Memória Amélia Império Hamburger.

Mediadores:

-Marta de AlmeidaeAlexander Lima Reis (MAST)

14:30 horas - Conferência “Divulgação Científica”

Convidados:

- Luisa Medeiros Massarani (INCT-CPCT/FIOCRUZ), doutorado na Área de Gestão Educação e Difusão Em Biociências (UFRJ), coordenadora do Instituto Nacional de Comunicação Pública em Ciência e Tecnologia (INCT-CPCT/FIOCRUZ), do Mestrado Acadêmico em Divulgação da Ciência, Tecnologia e Saúde (COC-FIOCRUZ) e do SciDev.Net para América Latina e Caribe. Líder do grupo de pesquisa do CNPq Ciência, Comunicação & Sociedade, membro do comitê científico da rede internacional de divulgação científica PCST Network e da RedPOP-UNESCO

- Antonio Marcos Pereira Brotas (IGM/Fiocruz Bahia), doutorado Multidisciplinar em Cultura e Sociedade (UFBA), mestre em Comunicação e Cultura Contemporânea (UFBA). Professor no mestrado em Divulgação da Ciência, Tecnologia e Saúde (Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz). Integra o grupo de pesquisa Divulgação Científica no Enfrentamento das Fake News durante a Pandemia do COVID-19: análise e produção de materiais para as mídias sociais e coordena o grupo de pesquisa Divulgação Científica em Redes Sociais Digitais: Enquadramentos e Linguagens, além de atuar na assessoria de comunicação do Instituto Gonçalo Muniz - Fiocruz Bahia

Mediador:

- Anderson Antunes (MAST)

 Dia 17/09

 10 horas – Painel de Encerramento “Ferramentas Digitais e a Produção Científica: Potencialidades da Pesquisa em História das Ciências e da Tecnologiano MAST”

Convidadas:

- O painel de encerramento será formado pelas Bolsistas PCI da área de História das Ciências e da Tecnologia do MAST que apresentarão como as reflexões suscitadas ao longo do evento estão relacionadas ao uso de ferramentas digitais nos projetos com os quais colaboram na instituição. O painel terá a presença de: Mariza Bezerra, representando o projeto Portal de História da Ciência e da Tecnologia no BrasilAline Monteiro, representando o projeto Vozes da Ciência no BrasilFernanda Barbosa, representando o projeto A Expansão para Dentro: A Companhia Estrada de Ferro Dom Pedro II e as Associações Técnico-Científicas no Brasil OitocentistaGabriela Marinho, representando o projeto Sistema de Informação Prosopográfico – Cientistas e Ciências no CNPq (1951-1973)Mariane Martins, representando o subprojeto O conhecimento Tikuna-Magüta das relações céu-terra do projeto A Fronteira na História da Antropologia.

Mediadora:

- Heloisa Gesteira (MAST)

Serão fornecidos certificados para aqueles que participarem de 75% das atividades.

 

A Motivação

Cunhado em 2004, o termo Humanidades Digitais se refere, atualmente, a um campo de pesquisa e ensino caracterizado pela interdisciplinaridade e pela utilização de ferramentas tecnológicas em pesquisas nas áreas de Ciências Humanas e Sociais. Especificamente para a História, os avanços tecnológicos proporcionaram novas possibilidades para a preservação e o tratamento de documentos históricos, incluindo os documentos audiovisuais e sonoros, assim como para a pesquisa e a divulgação do conhecimento para o público. Com isso, cada vez mais os pesquisadores passaram a refletir sobre questões como a digitalização, a utilização de bancos de dados e a divulgação na web, entre outras.

Essas questões fazem parte da reflexão e do trabalho em diversos projetos da instituição, na área de História da Ciência e da Tecnologia e Arquivo. Já em 2017, durante a realização da 1ª Oficina Acervos Audiovisuais e Relatos em História Oral, o MAST promoveu a troca de experiências entre instituições arquivísticas e de pesquisa. Neste ano, a oficina pretende reforçar os diálogos entre instituições sobre a importância da preservação e acesso continuado de fontes analógicas e digitais. Junto com a Jornada Internacional de Humanidades Digitais do MAST, as discussões contribuirão para o desenvolvimento dos projetos de pesquisa da Coordenação.