Notícias

Modernização

Investimentos federais mudam a cara do hospital universitário

Recursos do Rehuf são aplicados em adequação da fachada e ambientes internos, além de compra de equipamentos para a assistência e Ensino na Instituição
Publicado em 20/07/2021 14h29 Atualizado em 20/07/2021 14h38
Fachada em obras

Fachada em obras no Hucam-Ufes, em imagem de julho de 2021

Os recursos descentralizados pelo Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf) em 2021 estão, literalmente, mudando a cara do hospital, integrante da Rede da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). Parte dos recursos estão investidos na adequação da fachada do prédio principal, inaugurado nos anos 40 do século passado.


Além de revitalizar a aparência do imóvel, o investimento reduz custos com manutenção interna ao evitar infiltrações, por exemplo. A previsão é de que a nova frente fique pronta no próximo trimestre.

Além disso, outras demandas da comunidade hospitalar estão sendo atendidas: a construção do novo serviço de nutrição e refeitório, a adequação do Laboratório de Análises Clínicas, a compra de máquinas de hemodiálise, de equipamentos para a climatização de ambientes e de modelos de simulação usados no Ensino.

"Os investimentos, previstos no Contrato de Objetivos firmado entre o Hucam e a Ebserh farão deste ano de 2021 um período de realizações de antigas demandas que mantêm firme nossa missão institucional de viabilizar o ensino, a pesquisa e a extensão por meio de assistência de excelência ao cidadão", declarou a superintendente do Hucam-Ufes, professora Rita Checon.

Foram liberados R$ 1,3 milhão do Rehuf em investimentos para o hospital apenas na mais recente remessa.

Planejamento

O Contrato de Objetivos, a que se refere a gestora do Hucam-Ufes, é uma iniciativa em que os superintendentes dos hospitais da Rede Ebserh/MEC conseguem ter previsibilidade sobre a liberação de recursos. Os documentos firmam compromisso das unidades hospitalares em utilizar as verbas recebidas nas principais necessidades pactuadas. A ação permite melhor planejamento, o acompanhamento da aplicação dos recursos e dá celeridade aos processos, o que leva a resultados positivos e transparentes na utilização do dinheiro público.

Liberações em toda a Rede Ebserh

Entregas, planejamento e eficiência no uso dos recursos públicos. Esses são os três pilares que têm pautado a liberação de recursos do Rehuf, administrado pela Ebserh. Este ano, as unidades já receberam mais de R$ 224 milhões pelo Programa, sendo que R$ 58 milhões foram repassados somente no último mês para melhorias na assistência, ensino e pesquisa.

Sobre a Ebserh

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 40 hospitais universitários federais, impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas por atender pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, por apoiar a formação de novos profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a sua natureza educacional, a Rede Ebserh/MEC atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde nos locais onde há uma unidade hospitalar universitária federal.

Com informações da Coordenadoria de Comunicação Social da Rede Ebserh/MEC