Notícias

PDE

HUAP finaliza Plano Diretor Estratégico para o triênio 2021-2023

O documento tem o intuito de contribuir com os objetivos estratégicos da Rede Ebserh
Publicado em 21/12/2020 13h31
Superintendente, Gerentes e Unidade de Planejamento debatem sobre PDE antes de envio do documento à Ebserh

Na última semana, a Unidade de Planejamento do Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP), junto ao colegiado executivo, consolidou e finalizou o Plano Diretor Estratégico (PDE) 2021-2023. O documento tem o intuito de contribuir com os objetivos da Rede Ebserh atrelados a: assistência; ensino; pesquisa; sustentabilidade; governança; processos e tecnologias; e pessoas. Para tal, foi desenvolvido um Painel de Contribuição com indicadores, metas e projetos locais para cada um destes temas. A execução do PDE é o alicerce do modelo de gestão que será praticado no hospital.

Esta é a primeira vez que os Planos Diretores Estratégicos dos 40 hospitais da Ebserh são feitos paralelamente, desdobrando as estratégias da rede para contribuir com os cinco objetivos. O plano do HUAP foi feito de forma coletiva, com a contribuição de cerca de 800 pessoas que frequentam o hospital, dentre profissionais, residentes, docentes, usuários, etc. Segundo o Chefe da Unidade de Planejamento do HUAP, Julio Cesar Ferreira, construir o PDE permite que se tenha um norte de atuação a médio e longo prazo para a instituição.

- Isso possibilita uma melhoria nos processos de trabalho, impactando de forma positiva no atendimento ao usuário e tornando o hospital diferente do que temos hoje. Os projetos estabelecidos vão transformar a nossa realidade a partir do momento que sejam executados. O método que utilizamos possibilita a troca de experiências, conhecimento e cultura. A ideia é construirmos juntos o nosso futuro, com visões multifacetadas, que são convergidas de forma coletiva para um objetivo comum -, complementa.

Plano Diretor Estratégico foi feito por meio de etapas ao longo de meses

Inicialmente, foi feita uma análise situacional do HUAP, verificando ambientes externo e interno. Além disso, foi verificada a visão dos atores do hospital, realizando oficinas em que eles puderam opinar quanto às expectativas, à missão, aos pontos fortes/fracos e aos desafios do dia a dia. Outras avaliações foram: PDE anterior, contrato SUS e de objetivos, recomendações de auditoria interna, etc. Tudo isso norteou a etapa seguinte, que foi a definição dos macroproblemas.

A partir dos pontos fracos, foram identificadas as oportunidades de melhoria, trabalhadas a partir dos sete temas da Ebserh (citados no início da matéria). Por fim, foram definidos os sete macroproblemas e suas causas-raízes. Junto à governança, foi construído o Painel de Contribuição, que é a definição de indicadores, metas e projetos que irão solucionar os problemas do hospital e contribuir com os objetivos estratégicos da rede. Segundo o Superintendente do HUAP, Tarcisio Rivello, é fundamental que se tenha um PDE para guiar a instituição ao longo dos próximos anos.

- Isso não quer dizer que a gente fique preso aos três anos propostos. Olhamos para o que já foi feito também e vislumbramos além de 2023. Os projetos foram retirados da ponta e gestados com a contribuição das pessoas que trabalham em diferentes áreas. Temos que começar agora, a partir da entrega deste material para a Ebserh, fazendo com que haja um processo de sensibilização para colocar os projetos em ação. Temos que dar o crédito ao Julio Cesar pelo empenho, dedicação, paciência e experiência agregada ao longo da construção do PDE. E enaltecer também a equipe envolvida e a participação de outras pessoas -, explica Tarcisio.

Os sete projetos estabelecidos foram: implantação de modelo de governança clínica centrado no paciente; qualificação do campo de prática para o ensino; melhoria da gestão das pesquisas no campo de prática; implantação de mecanismos para aprimoramento da gestão das receitas e despesas; implantação de boas práticas de governança pública; implantação de melhorias nos macroprocessos de suporte apoiadas pela tecnologia da informação; e implementação de política de gestão de pessoas orientada à inovação, competências e entrega de resultados.

PDE como instrumento para melhoria da entrega de valor público

O Plano Diretor Estratégico consiste em um conjunto de práticas gerenciais, em especial projetos institucionais, voltadas para a obtenção de resultados, com base na formulação, execução, acompanhamento e avaliação na busca dos objetivos estratégicos e metas da Ebserh. Além disso, tem foco nas iniciativas e ações que impulsionam o cumprimento da missão e propósito institucional, tendo em vista o alcance da visão e a criação de valor público.

- É a capacidade do hospital de entregar um serviço de qualidade e ser reconhecido por isto. Portanto, uma instituição é boa quando gera valor para seu usuário e a sociedade, além das partes interessadas que custeiam parcial ou totalmente os benefícios e serviços entregues. A gestão estratégica orientada para geração de valor público se baseia no triângulo formado por: sustentação política e financeira; plano estratégico orientado pela visão e missão; e excelência operacional da cadeia de valor e seus resultados efetivos -, finaliza Julio Cesar.

Unidade de Comunicação Social (UCS)