Reator TRIGA IPR-R1

Publicado em 29/09/2021 16h15 Atualizado em 29/09/2021 16h19

O reator TRIGA IPR-R1 é uma ferramenta multiuso por excelência, com aplicações em educação e treinamento, pesquisa e produção de radioisótopos – daí seu nome original, Training, Research, Isotopes, General Atomic. Adquirido pelo governo do Estado de Minas Gerais em 1960, é uma instalação única e pioneira no país, núcleo em torno do qual se formou o Institutode Pesquisas Radioativas (IPR) da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais, organização precursora do CDTN.

 Reator Triga

 Ao longo dos anos o reator foi utilizado para diversas finalidades, desde irradiação de iodo para aplicações em saúde até análise em grande escala de amostras minerais, passando pela produção de radioisótopos para aplicações industriais e traçadores para estudos ambientais. O Curso de Treinamento de Operadores para Reatores de Pesquisa (CTORP) foi pioneiro na formação de operadores das centrais nucleares de Angra e ainda hoje pode ser oferecido sob demanda.

Os enfoques mais recentes têm sido na irradiação de amostras para análise pela técnica de Ativação Neutrônica, pesquisas de novas substâncias com potenciais usos em saúde e radiofarmácia, produção de fontes e educação em tecnologia nuclear. O reator está disponível tanto para pesquisadores do CDTN e estudantes de seu programa de pós-graduação quanto para pesquisadores e estudantes de outras instituições parceiras, além de clientes externos

Os contatos podem ser feitos com a chefia do Serviço da Unidade Reator TRIGA - SEURT ou diretamente com os operadores seniores: Luiz Cláudio Andrade Souza ou Daniel Campolina

Visitas de estudantes acima de 16 anos e demais interessados também podem ser programadas por meio do Serviço de Logística do CDTN.

 Reator Triga