Expedir ou Renovar Plano de Segurança Bancária
Solicitar
Última Modificação: 23/06/2020
Expedir ou Renovar Plano de Segurança Bancária
  • O que é?

    Expedição ou renovação do Plano de Segurança Bancária, exigido por Lei para as agências ou PABs de instituições financeiras que efetuam movimentação de numerário no interior de suas instalações.

  • Quem pode utilizar este serviço?

    Instituições Financeiras (bancos) que possuem agências ou PABs onde ocorre a movimentação de numerário no interior de suas instalações físicas.

    A unidade bancária deve passar por vistoria prévia da Polícia Federal para obter ou renovar o Plano de Segurança Bancária.

  • Etapas para a realização deste serviço
    1. Procedimentos

      Para o primeiro Plano de Segurança Bancário, mudança de endereço da unidade bancária ou renovação do plano de segurança:

      Documentação

      Documentação em comum para todos os casos
      • Descrição da quantidade e da disposição dos vigilantes e dos demais elementos de segurança;

        Projetos de construção, instalação e manutenção do sistema de alarme, sob responsabilidade de empresa idônea;

        Cópia do alvará do serviço orgânico de segurança ou do contrato com empresa de segurança privada;

        Descrição de toda a área do estabelecimento

      • * Para a renovação do plano de Segurança com redução ou alteração de elementos:

        Justificativa para alteração, redução dos elementos de segurança ou implementação de rodízio de vigilantes, se for o caso;

        Descrição dos itens a serem reduzidos ou alterados no plano de segurança;

        Pagamento prévio da taxa de vistoria de estabelecimentos financeiros através da Guia de Recolhimento da União – GRU.

      • * Para a renovação do Plano de Segurança Bancário sem redução, alteração ou aumento dos elementos de segurança:

        Pedido de renovação do Plano de Segurança Bancário informando que não houve alteração ou que os elementos de segurança foram aumentados em relação ao plano anterior;

        Pagamento prévio da taxa de vistoria de estabelecimentos financeiros através da Guia de Recolhimento da União – GRU.

      Custos

      • Taxa de vistoria nas instalações da instituição financeira.   R$ 2.694,62

      Canais de prestação

        Web : 

      Através do Sistema GESP (link acesso ao sistema GESP: https://servicos.dpf.gov.br/gesp/)

      Procedimentos de atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível

      Entrar em contato através do e-mail dicof.cgcsp@dpf.gov.br

      Tempo de duração da etapa

      Em média 60 dia(s) útil(eis)
  • Outras Informações
    Quanto tempo leva?
    Até 60 dia(s) útil(eis) é o tempo estimado para a prestação deste serviço.

    Para mais informações ou dúvidas sobre este serviço, entre em contato

    Para mais informações sobre a emissão ou renovação do Plano de Segurança Bancária enviar e-mail para dicof.cgcsp@dpf.gov.br


    Este é um serviço do Ministério da Justiça e Segurança Pública . Em caso de dúvidas, reclamações ou sugestões favor contactá-lo.

    Validade do Documento
    Válido por 1 ano(s)

    Tratamento a ser dispensado ao usuário no atendimento

    O usuário deverá receber, conforme os princípios expressos na lei nº 13.460/17, um atendimento pautado nas seguintes diretrizes:
    · Urbanidade;
    · Respeito;
    · Acessibilidade;
    · Cortesia;
    · Presunção da boa-fé do usuário;
    · Igualdade;
    · Eficiência;
    · Segurança; e
    · Ética


    Informações sobre as condições de acessibilidade, sinalização, limpeza e conforto dos locais de atendimento

    O usuário do serviço público, conforme estabelecido pela lei nº13.460/17, tem direito a atendimento presencial, quando necessário, em instalações salubres, seguras, sinalizadas, acessíveis e adequadas ao serviço e ao atendimento.


    Informação sobre quem tem direito a tratamento prioritário

    Tem direito a atendimento prioritário as pessoas com deficiência, os idosos com idade igual ou superior a 60 anos, as gestantes, as lactantes, as pessoas com crianças de colo e os obesos, conforme estabelecido pela lei 10.048, de 8 de novembro de 2000​


Esta informação foi útil para você?