Notícias

covid-19

Ministro de Minas e Energia assina contratos da Conta Covid

Medida foi criada para diluir o reajuste nas tarifas de energia para o consumidor e dar liquidez às distribuidoras
Publicado em 22/07/2020 19h10
Ministro assina contratos da Conta Covid

Cerimônia virtual de assinatura dos contratos da Conta Covid ocorreu nesta quarta-feira (22). - Foto: Bruno Spada/MME

O Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, participou nesta quarta-feira (22) de cerimônia virtual de assinatura dos contratos da Conta-Covid que tem como objetivo reduzir os impactos da pandemia do coronavírus na conta de luz ao mesmo tempo trazer um alívio às empresas do setor elétrico.

Os contratos foram assinados pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e por 16 instituições financeiras para formalizar e viabilizar os empréstimos para as distribuidoras de energia elétrica, segundo informou Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

“Importa registrar que a medida construída contribuirá para a resolução de um problema financeiro e conjuntural do Setor Elétrico, e promoverá o alivio das tarifas para os consumidores em 2020, neste contexto tão crítico para os orçamentos das famílias e das empresas. Além disso, a Conta-Covid também contribuirá para a adimplência em todos os elos da cadeia, e, consequentemente, para a “saúde” do setor elétrico”, disse o ministro.

A Conta-Covid foi pensada e criada pelo Governo Federal para diluir o reajuste nas tarifas de energia para o consumidor e dar liquidez às distribuidoras, num momento em que a economia enfrenta perdas e recessão. 

A medida vai diluir os aumentos das tarifas de energia nos próximos 5 anos por meio de empréstimos de um conjunto de bancos liderados pelo BNDES. O valor bruto da linha de crédito é cerca de R$15,2 bilhões. Os recursos serão desembolsados para as distribuidoras em sete parcelas com início previsto para 31 de julho.

60 anos MME

Nesta quarta feira (22) o Ministério de Minas e Energia (MME) completou 60 anos de existência. A atuação do ministério está presente em áreas como mineração, petróleo e gás natural. O ministério também foi responsável pela diversificação da matriz energética brasileira. Segundo informações do MME o Brasil construiu uma das matrizes mais renováveis do mundo. São 83% de energia limpa contra 27% da média mundial. 

Confira as principais ações do MME