Notícias

INFRAESTRUTURA

DNIT intensifica trabalhos no Acre para recuperação de rodovia atingida pelas chuvas

Estado registra índices pluviométricos acima da média histórica
Publicado em 19/02/2021 14h37
ALerta AC fev 2021b.jpg

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) intensificou os trabalhos no Acre, estado que nos últimos dias foi atingido por fortes chuvas, com índices pluviométrios acima da média histórica. As equipes da autarquia monitoram a elevação do volume de água dos rios, que prejudicam a capital Rio Branco e cidades como Cruzeiro do Sul, e vem causando a interrupção do tráfego em pontos da BR-364/AC.

A rodovia havia sido interditada na quarta-feira (17), na altura do km 280, em Sena Madureira, quando a água cobriu a pista. O DNIT atuou com a colocação de pedras para elevação do trecho da rodovia, que foi liberada na madrugada de sexta-feira (19). No entanto, a BR-364/AC voltou a ter o tráfego interrompido no final da manhã desta sexta-feira (19) devido a mais chuvas.  No km 339, houve o rompimento parcial da pista, possibilitado a passagem de veículos de pequeno e médio porte. Outra interdição parcial ocorre no km 367, próximo a Manoel Urbano. Já no km 280, assim que o nível do rio estabilizar, as equipes do DNIT vão retomar o serviço para o restabelecimento do trânsito. O DNIT segue monitorando as condições de trafegabilidade na rodovia.

Iniciada a temporada de chuvas no país, de novembro a março, o DNIT mantém equipes de prontidão distribuídas em locais estratégicos para intervir imediatamente após as ocorrências, garantindo a trafegabilidade e segurança nas rodovias federais sob sua responsabilidade. São executadas ações para desobstrução da pista e serviços de recuperação, implantação de sinalização preventiva e de desvios, além de ações de socorro, se for o caso. Quando necessário, são realizados os procedimentos para contratação das obras de recuperação.

BR-364-AC.jpg

 

Chuvas intensas

 

A capital do estado, Rio Branco, decretou situação de emergência na quarta-feira (17) devido ao transbordamento do rio Acre, segundo informações da Agência Brasil. A cheia do rio Acre já prejudica ao menos 13,7 mil pessoas na cidade. Cerca de 200 pessoas foram levadas para abrigos provisórios. O transbordamento do rio – o segundo registrado este mês – já atingiu pelo menos 2,9 mil residências de 24 bairros da capital.

Na quinta-feira, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta de chuvas intensas para o Acre, especialmente para as cidades de Sena Madureira, Rio Branco, Brasileia, Tarauacá e Cruzeiro do Sul. O rio Juruá  subiu mais de 14 metros nesta quinta-feira, atingindo mais de oito mil famílias em Cruzeiro do Sul.

Coordenação-Geral de Comunicação Social - DNIT