Emitir comprovante da inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal

Emitir comprovante da inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal
Avaliação: Sem Avaliação
Avaliação

O número antes das estrelas é a nota dada pelos usuários que utilizaram o serviço e vai de 1 a 5.
Depois das estrelas, entre parênteses, é a quantidade de usuários que avaliaram o serviço.
Os números são atualizados diariamente.

  • O que é?

    É a emissão do documento que comprova a sua inscrição no Cadastro Único. É possível retirá-lo pela internet, aplicativo ou de forma presencial.

    O Cadastro Único é o registro criado pelo Governo Federal para que as famílias brasileiras de baixa renda tenham acesso a diferentes programas sociais.

    O comprovante tem informações de até 45 dias antes da data da solicitação.

    As informações que vêm no comprovante são: Datas de cadastramento e da última atualização cadastral, nome completo, data de nascimento e NIS de cada um dos integrantes da família e do Responsável Familiar (RF) e relação de parentesco entre os integrantes da família com o RF.

    Participe dos Conselhos de Usuários(as) de Serviços Públicos do Ministério da Cidadania. Sua opinião é muito importante para ajudar a sua comunidade e todos(as) os(as) demais usuários(as) de serviços públicos a receber serviços mais ágeis, melhores e adequados às expectativas da população.

    Qualquer pessoa que utilize determinado serviço pode se inscrever para participar da avaliação dos serviços públicos. Uma vez cadastrados(as), os(as) conselheiros(as) podem responder a consultas sobre os serviços e também apresentar propostas de melhorias. O funcionamento dos conselhos é totalmente virtual, basta se voluntariar por meio da Plataforma virtual do Conselho de Usuários(as) de Serviços Públicos.

    Clique aqui, seja um(a) conselheiro(a) e avalie este serviço!

  • Quem pode utilizar este serviço?

    Pessoas já inscritas no Cadastro Único.

  • Etapas para a realização deste serviço
    1. Tirar comprovante pela internet ou aplicativo

      Acessar a página do Meu Cadúnico na internet ou o aplicativo “Meu CadÚnico” e colocar as informações solicitadas. Você receberá o seu comprovante na mesma hora.

      Documentação

      Documentação em comum para todos os casos
      • As informações necessárias para fazer a consulta são: nome completo, nome da mãe, data de nascimento; e Estado e município onde foi realizada a inscrição no Cadastro Único.

         

      Canais de prestação

        Aplicativo móvel : 

      Obtenha o aplicativo gratuitamente pelas lojas: GooglePlay (Android) ou Apple Store (IOS).

       

      Tempo de duração da etapa

      Em média 05 minuto(s)
    2. Tirar comprovante presencialmente no posto de cadastramento, CRAS ou prefeitura.

      Procure o local responsável pelo Cadastro Único e Bolsa Família na sua cidade. Se não souber onde fica, vá até o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) mais próximo de sua casa. Em muitas cidades, o próprio CRAS realiza o cadastramento das famílias no Cadastro Único e emite o comprovante de cadastramento.

      Documentação

      Documentação em comum para todos os casos
      • As informações necessárias para fazer a consulta são: nome completo, nome da mãe, data de nascimento; e Estado e município onde foi realizada a inscrição no Cadastro Único.

      Canais de prestação

        Web : 

      Clique no link e encontre o CRAS mais próximo de sua casa: https://aplicacoes.mds.gov.br/sagi/mops/

      Tempo de duração da etapa

      Em média 01 hora(s)
  • Outras Informações
    Quanto tempo leva?
    Não estimado ainda

    Informações adicionais ao tempo estimado

    Este serviço é gratuito para o cidadão.

    Para mais informações ou dúvidas sobre este serviço, entre em contato

    com o Ministério da Cidadania pelo site ou pelo telefone 121, da Central de Relacionamento do MC. A ligação é de graça e poderá ser realizada por telefone fixo ou celular.


    Este é um serviço do(a) Ministério da Cidadania . Em caso de dúvidas, reclamações ou sugestões favor contactá-lo.

    Tratamento a ser dispensado ao usuário no atendimento

    O(A) usuário(a) deverá receber, conforme os princípios expressos na Lei nº 13.460/17, um atendimento pautado nas seguintes diretrizes:


    · Urbanidade;
    · Respeito;
    · Acessibilidade;
    · Cortesia;
    · Presunção da boa-fé do usuário;
    · Igualdade;
    · Eficiência;
    · Segurança; e
    · Ética


    Informações sobre as condições de acessibilidade, sinalização, limpeza e conforto dos locais de atendimento

    O(A) usuário(a) do serviço público, conforme estabelecido pela Lei nº 13.460/17, tem direito a atendimento presencial, quando necessário, em instalações salubres, seguras, sinalizadas, acessíveis e adequadas ao serviço e ao atendimento.


    Informação sobre quem tem direito a tratamento prioritário

    Tem direito a atendimento prioritário as pessoas com deficiência, os(as) idosos(as) com idade igual ou superior a 60 anos, as gestantes, as lactantes, as pessoas com crianças de colo e os(as) obesos(as), conforme estabelecido pela Lei nº 10.048, de 8 de novembro de 2000​.


Esta página foi útil para você?
Sim (10318) Não (09878)