Consultar arquivos históricos da Fiocruz

Consultar arquivos históricos da Fiocruz " Arquivo" , " Sala de Consulta" , " Acervo Arquivístico"
Iniciar
Avaliação: Sem Avaliação
Avaliação

O número antes das estrelas é a nota dada pelos usuários que utilizaram o serviço e vai de 1 a 5.
Depois das estrelas, entre parênteses, é a quantidade de usuários que avaliaram o serviço.
Os números são atualizados diariamente.

Iniciar
  • O que é?

    O objetivo deste serviço é atender às demandas de consulta aos arquivos históricos da Fiocruz, sob a guarda do Departamento de Arquivo e Documentação da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz.

    O acervo é composto por mais de cem arquivos e coleções, com documentos dos gêneros textual, iconográfico, sonoro e audiovisual que remontam ao início do século XX e constituem repositório singular da memória e da história da saúde no Brasil. Integram o acervo arquivos permanentes das Unidades da Fundação Oswaldo Cruz; arquivos pessoais de cientistas, sanitaristas, médicos e técnicos envolvidos na formulação e execução de políticas públicas de saúde ou com atuação na área; e arquivos de entidades privadas já extintas, da mesma área.

    A consulta ao acervo é feita com agendamento prévio por formulário eletrônico disponível no Portal do Governo Federal (https://www.gov.br/pt-br). Para agilizar o atendimento recomenda-se, antes do agendamento, uma consulta à Base Arch (http://arch.coc.fiocruz.br/), repositório de informações sobre os arquivos históricos da Fiocruz que possibilita a identificação dos conjuntos documentais ou documentos de interesse.

    Cópias de documentos também devem ser solicitadas pelo mesmo formulário eletrônico.

    ATENÇÃO: Em conformidade com as orientações da Fiocruz no enfrentamento da pandemia de Covid-19, estão suspensos os agendamentos para consulta presencial aos documentos do acervo.

  • Quem pode utilizar este serviço?

    Qualquer pessoa pode realizar consultas ao acervo.

  • Etapas para a realização deste serviço
    1. Solicitar consulta ao acervo

      Preencha o formulário eletrônico. Guarde o protocolo para futuras consultas e aguarde a análise da sua solicitação. 

      Para atendimento presencial, aguarde confirmação do agendamento ou solicitação de reagendamento, ambos por e-mail. 

      Para atendimento a distância, aguarde contato por e-mail.

      Em ambas as modalidades de atendimento poderá ser emitida uma notificação, por e-mail, informando sobre a necessidade de ajustes nas informações fornecidas pelo solicitante, no formulário eletrônico.

      Canais de prestação

        Web : 

      Acesse aqui.

      Tempo de duração da etapa

      Em média 3 dia(s) útil(eis)
    2. Realizar a consulta aos arquivos históricos

      A consulta presencial é feita na Sala de Consulta do Depto. de Arquivo e Documentação da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz.

      No atendimento a distância, o usuário receberá instruções por e-mail sobre como acessar os documentos.

      Nas duas modalidades de atendimento, caso haja solicitação de cópia digital de documentos, será cobrado valor de acordo com tabela pré-fixada e pagamento de Guia de Recolhimento da União (GRU). Os valores variam conforme a finalidade de uso das reproduções de documentos.

      Documentação

      Documentação em comum para todos os casos
      • Documento de identificação (RG, CNH, Passaporte)

      Canais de prestação

        Presencial : 

      Avenida Brasil, 4036 - Sala 614 - Rio de Janeiro/RJ

      Tempo estimado de espera Até 1 hora(s)

        E-mail : 

      informado na solicitação

      Tempo de duração da etapa

      Até 1 hora(s)
  • Outras Informações
    Quanto tempo leva?
    Até 3 dia(s) útil(eis) é o tempo estimado para a prestação deste serviço.

    Informações adicionais ao tempo estimado

    A solicitação de agendamento da consulta é respondida em até três dias úteis. O prazo da etapa da consulta é determinado pelo volume de documentos consultados.


    Este serviço é gratuito para o cidadão.

    Para mais informações ou dúvidas sobre este serviço, entre em contato
    Este é um serviço do Fundação Oswaldo Cruz . Em caso de dúvidas, reclamações ou sugestões favor contactá-lo.

    Legislação
    • LEI Nº 12.527, DE 18 DE NOVEMBRO DE 2011. Dispõe sobre os procedimentos a serem observados pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios, com o fim de garantir o acesso a informações previsto Lei de Acesso de Informação (LAI) - link para a legislação: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/lei/l12527.htm


    Tratamento a ser dispensado ao usuário no atendimento

    O usuário deverá receber, conforme os princípios expressos na lei nº 13.460/17, um atendimento pautado por diretrizes de urbanidade, respeito, acessibilidade, cortesia, presunção da boa-fé, igualdade, eficiência, segurança e ética.


    Informações sobre as condições de acessibilidade, sinalização, limpeza e conforto dos locais de atendimento

    O usuário do serviço público, conforme estabelecido pela lei nº 13.460/17, tem direito a atendimento presencial, quando necessário, em instalações salubres, seguras, sinalizadas, acessíveis e adequadas ao serviço e ao atendimento.


    Informação sobre quem tem direito a tratamento prioritário

    Tem direito a atendimento prioritário as pessoas com deficiência, os idosos com idade igual ou superior a 60 anos, as gestantes, as lactantes, as pessoas com crianças de colo e os obesos, conforme estabelecido pela lei nº 10.048, de 8 de novembro de 2000​.


Esta página foi útil para você?
Sim (6) Não (1)