Cadastro Nacional dos Encarregados dos Serviços de Comprovação de Perdas

Cadastro Nacional dos Encarregados dos Serviços de Comprovação de Perdas (CNEC)
Iniciar
Avaliação: Sem Avaliação
Avaliação

O número antes das estrelas é a nota dada pelos usuários que utilizaram o serviço e vai de 1 a 5.
Depois das estrelas, entre parênteses, é a quantidade de usuários que avaliaram o serviço.
Os números são atualizados diariamente.

Iniciar
  • O que é?

    Trata-se de um sistema online, alimentado por informações fornecidas pelos agentes financeiros e pelas companhias seguradoras, aos quais caberá fornecer mensalmente ao sistema a relação de entidades e profissionais do seu banco de prestadores de serviços agronômicos que atendam às condições para o cadastramento. O serviço tem a finalidade de estruturar a rede de encarregados dos serviços de comprovação de perdas e aprimorar os procedimentos técnicos de comprovação de perdas.

  • Quem pode utilizar este serviço?

    Encarregados de Comprovação de Perdas do Proagro: pessoas físicas e jurídicas com habilitação técnica para prestação de serviços agronômicos.

    Agente do Proagro: instituição financeira autorizada pelo Banco Central a atuar em crédito rural e que realize operações amparadas pelo Proagro.

  • Etapas para a realização deste serviço
    1. Auto-registro de usuário público no sistema CNEC
      1. Usuário acessa o site do serviço. Entra no sistema e preenche o formulário de auto-registro. Nesse auto-registro, o funcionário terá perfil de Usuário Público, com acesso restrito, podendo apenas navegar pelas áreas públicas do sistema.

      Canais de prestação

      Tempo de duração da etapa

      Não estimado ainda
    2. Solicitação de usuário perfil administrador
      1. Entidade define funcionário que será encarregado de enviar os arquivos que envia e-mail para cnec.gr@agricultura.gov.br e solicita perfil de administrador da entidade. CGSAF verifica veracidade do e-mail e altera o perfil do funcionário com nova senha. O Usuário Administrador efetua registro e faz atribuição de perfil dos demais usuários. Um usuário pode efetuar a substituição do outro Usuário Administrador, procedendo primeiro a exclusão deste e em seguida a inclusão do novo.

      Canais de prestação

      Tempo de duração da etapa

      Não estimado ainda
    3. Envio dos arquivos
      1. Entidade envia arquivos, pessoas físicas e jurídicas, até 20 de cada mês. Quando subir o arquivo e apresentar problemas, será gerado uma planilha com os erros a serem modificados. Dia trinta de cada mês será publicado o material enviado. 

      Canais de prestação

      Tempo de duração da etapa

      Não estimado ainda
  • Outras Informações
    Quanto tempo leva?
    Não estimado ainda

    Este serviço é gratuito para o cidadão.

    Para mais informações ou dúvidas sobre este serviço, entre em contato

    cnec.gr@agricultura.gov.br


    Este é um serviço do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento . Em caso de dúvidas, reclamações ou sugestões favor contactá-lo.

    Legislação
    • Portaria nº 633, de 22 de outubro de 2018. Institui e disciplina o Cadastro Nacional dos Encarregados dos Serviços de Comprovação de Perdas do Programa de Garantia da Atividade Agropecuária.

      Portaria nº 241, de 30 de outubro de 2019. Altera o artigo 8º, da Portaria nº 633, de 22 de outubro de 2018, editada pela extinta Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário da Casa Civil da Presidência da República.


    Tratamento a ser dispensado ao usuário no atendimento

    O usuário deverá receber, conforme os princípios expressos na lei nº 13.460/17, um atendimento pautado nas seguintes diretrizes:

    • Urbanidade;
    • Respeito;
    • Acessibilidade;
    • Cortesia;
    • Presunção da boa-fé do usuário;
    • Igualdade;
    • Eficiência;
    • Segurança; e
    • Ética

    Informações sobre as condições de acessibilidade, sinalização, limpeza e conforto dos locais de atendimento

    O usuário do serviço público, conforme estabelecido pela lei nº13.460/17, tem direito a atendimento presencial, quando necessário, em instalações salubres, seguras, sinalizadas, acessíveis e adequadas ao serviço e ao atendimento.


    Informação sobre quem tem direito a tratamento prioritário

    Tem direito a atendimento prioritário as pessoas com deficiência, os idosos com idade igual ou superior a 60 anos, as gestantes, as lactantes, as pessoas com crianças de colo e os obesos, conforme estabelecido pela lei 10.048, de 8 de novembro de 2000.


Esta página foi útil para você?
Sim (3) Não (0)