Aderir à Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa (SISBAPI) Você também pode conhecer este serviço como: Brasil Amigo da Pessoa Idosa, SISBAPI
Última Modificação: 23/12/2019
  • O que é?

    A Estratégia é um conjunto de iniciativas que têm por objetivo melhorar a convivência de pessoas com mais de 60 anos e evitar seu isolamento. Por meio da adesão à Estratégica, o governo federal incentiva os municípios a promoverem ações destinadas ao envelhecimento ativo, saudável, sustentável e cidadão da população, principalmente das pessoas idosas mais vulneráveis.

  • Quem pode utilizar este serviço?

    Municípios brasileiros, que executarão ações voltadas à sua população idosa, prioritariamente as pessoas idosas mais vulneráveis.

  • Etapas para a realização deste serviço
    1. Aderir à Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa

      O município deve acessar o Sistema Brasil Amigo da Pessoa Idosa (SISBAPI) http://sisbapi.paas.cidadania.gov.br/login - para realizar a adesão. O Secretário Municipal de Assistência Social (ou órgão similiar), que já é cadastrado no Sistema de Autenticação e Autorização (SAA) do Ministério da Cidadania é o responsável pelo acesso. Caso o prefeito queira indicar outro secretário para o acesso, deverá enviar ofício para a Secretaria Nacional de Promoção do Desenvolvimento Humano (SNPDH/SEDS/MC). 

      Canais de prestação

        Web : 

      Acesse o site: O Sistema Brasil Amigo da Pessoa Idosa (SISBAPI) - secretário municipal de Assistência Social (ou órgão similar)

      Endereço: Esplanada dos Ministérios – Bloco A – 4º andar

      CEP: 70050-902 – Brasília/DF
      Telefone: (61) 2030-1200 para indicar outro secretário para acessar o SISBAPI.

      Tempo de duração da etapa

      Não estimado ainda
  • Outras Informações
    Quanto tempo leva?
    Não estimado ainda

    Este serviço é gratuito para o cidadão.

    Para mais informações ou dúvidas sobre este serviço, entre em contato

    Mais informações sobre a Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa estão disponíveis no Portal do Ministério da Cidadania, em: http://www.mds.gov.br/assuntos/brasil-amigo-da-pessoa-idosa. Em particular, na seção Bases de Sustentação, podem ser consultados quatro guias que detalham a implementação da Estratégia. Caso o município tenha mais dúvidas, pode entrar em contato com a Central de Relacionamento do Ministério da Cidadania, pelo 121.


    Este é um serviço do Ministério da Cidadania . Em caso de dúvidas, reclamações ou sugestões favor contactá-lo.

    Tratamento a ser dispensado ao usuário no atendimento

    O usuário deverá receber, conforme os princípios expressos na lei nº 13.460/17, um atendimento pautado nas seguintes diretrizes:

    • Urbanidade;
    • Respeito;
    • Acessibilidade;
    • Cortesia;
    • Presunção da boa-fé do usuário;
    • Igualdade;
    • Eficiência;
    • Segurança; e
    • Ética

    Informações sobre as condições de acessibilidade, sinalização, limpeza e conforto dos locais de atendimento

    O usuário do serviço público, conforme estabelecido pela Lei nº 13.460/17, tem direito a atendimento presencial, quando necessário, em instalações salubres, seguras, sinalizadas, acessíveis e adequadas ao serviço e ao atendimento.


    Informação sobre quem tem direito a tratamento prioritário

    Possuem direito a atendimento prioritário as pessoas com deficiência, os idosos com idade igual ou superior a 60 anos, as gestantes, as lactantes, as pessoas com crianças de colo e os obesos, conforme estabelecido pela Lei nº 10.048/2000.


Esta informação foi útil para você?