Notícias

Infraestrutura

Autorizada liberação de R$ 8,6 milhões para obras de saneamento

Recursos beneficiarão municípios de seis estados brasileiros
Publicado em 10/06/2021 16h27
Autorizada liberação de R$ 8,6 milhões para obras de saneamento

Atualmente, a carteira de obras e projetos da pasta no setor é de 1.267 empreendimentos - Foto: MDR

O Governo Federal autorizou, nesta quinta-feira (10), a liberação de R$ 8,6 milhões para a continuidade de obras de esgotamento sanitário em seis estados do país: Goiás, Pernambuco, Rondônia, Rio Grande do Sul, Sergipe e São Paulo.

“A falta de saneamento, de tratamento adequado de água e esgoto, é o maior problema ambiental brasileiro, além de colocar em risco a saúde da população. Nesta gestão, estamos trabalhando para mudar essa situação, dando continuidade a importantes obras. A orientação do Presidente Bolsonaro é a de não deixar nenhuma obra parada”, destacou o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

O estado que receberá mais recursos é o Rio Grande do Sul – R$ 7,2 milhões no total. A maior parte, R$ 4,8 milhões, vai para obras de ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) dos bairros Centro e Cidade Nova, no município de Venâncio Aires.

Em Porto Alegre e Canoas, serão feitas obras de manejo de águas pluviais. A capital terá o sistema de macrodrenagem da bacia do Arroio da Areia ampliado e, em Canoas, as equipes trabalharão com o sistema de drenagem urbana sustentável na região da Vala da Curitiba.

Investimentos

Desde janeiro, mais de R$ 199,6 milhões foram repassados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) para garantir a continuidade de empreendimentos de saneamento básico pelo país. Outros R$ 542,8 milhões foram assegurados para financiamentos por meio do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Atualmente, a carteira de obras e projetos da pasta no setor – contratos ativos e empreendimentos em execução ou ainda não iniciados – é de 1.267 empreendimentos, somando um total de R$ 45,3 bilhões, sendo R$ 27,1 bilhões de financiamentos e de R$ 18,2 bilhões de Orçamento Geral da União.


Com informações do Ministério do Desenvolvimento Regional