Notícias

Cultura

Funarte inaugura espaço para atividades artísticas no centro de Belo Horizonte

Casa Funarte Liberdade integrará circuito cultural e turístico e levará música e teatro à população
Publicado em 09/11/2020 15h00
Funarte inaugura espaço para atividades artísticas no centro de Belo Horizonte

Casa fica localizada em frente à Praça da Liberdade, no centro da cidade - Foto: Lúcia Sebe/Imprensa MG

Uma casa dedicada às artes e cultura com espetáculos de música, dança, teatro, artes visuais e poesia começa a funcionar em Belo Horizonte (MG) com a inauguração, nesta segunda-feira (9), da Casa Funarte Liberdade. O novo espaço cultural será gerido pela Fundação Nacional de Artes (Funarte), vinculada ao Ministério do Turismo.

“Agregando agora esse importante equipamento da Funarte, vai proporcionar que o Ministério do Turismo, em parceria com o governo do estado, possa fazer desse circuito da Praça da Liberdade o principal hub de distribuição do turismo de Minas Gerais. Essa é nossa missão para que os turistas que vierem a Minas Gerais tenham como passagem obrigatória aqui o circuito da Praça da Liberdade”, destaca o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio

Localizada em frente à Praça da Liberdade, no centro da cidade, o espaço inicia as atividades no ano em que Minas Gerais completa 300 anos. A agenda de eventos fará parte do Circuito Cultural e Turístico Liberdade que integra museus, centros culturais e salas de espetáculos da região.

A ideia é que a casa se torne um polo artístico da cadeia produtiva das artes e contribua para incluir as inovações da era da informação on-line e a arte digital. Também terá atividades de capacitação artística.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, destacou o potencial turístico de Minas Gerais e afirmou que a intenção é impulsionar a sinergia entre o turismo e a cultura com a inclusão da Casa Funarte Liberdade no Circuito Cultural e Turístico Liberdade.

“Agregando agora esse importante equipamento da Funarte, vai proporcionar que o Ministério do Turismo, em parceria com o governo do estado, possa fazer desse circuito da Praça da Liberdade o principal hub de distribuição do turismo de Minas Gerais. Essa é nossa missão para que os turistas que vierem a Minas Gerais tenham como passagem obrigatória aqui o circuito da Praça da Liberdade”, destaca o ministro.

Ele afirmou ainda que a intenção é que as atividades culturais tragam emprego e renda. “A realidade do turismo e da cultura é também gerar emprego, renda, gerar negócios, movimentar as empresas e isso aí é um desafio muito grande."

Atividades

A programação do espaço conta com a participação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), por meio dos projetos Bossa Criativa – Arte de Toda Gente, Um Novo Olhar e Sistema Nacional de Orquestras Sociais. Os projetos são promovidos em parceria entre a Funarte e a UFRJ, com curadoria da escola de música da universidade.

Atenção à cultura local

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro, ressaltou que o Governo Federal trabalha para descentralizar a distribuição de recursos para a área cultural, fazendo com que o dinheiro chegue mais a artistas locais e regionais e aqueles que mais precisam. “Que os recursos da Lei Rouanet pudessem ser mais democraticamente distribuídos e não apenas para um seleto grupo que tinha o acesso a milhões e milhões de reais da lei. O Presidente Bolsonaro disse para fazer com que os recursos da cultura possam chegar aos artistas que mais precisam no Brasil. Precisam de quê? De oportunidades e visibilidade”, explicou o ministro.