Notícias

Habitação

Mais de 700 pessoas de baixa renda recebem a casa própria em Campo Grande (MS)

Investimento total no Residencial Jornalista Armando Tibana foi de R$ 19,2 milhões
Publicado em 07/04/2021 17h19
Mais de 700 pessoas de baixa renda recebem a casa própria em Campo Grande (MS)

O complexo conta com infraestrutura com redes de água, esgoto, energia elétrica, pavimentação e urbanização. - Foto: Agehab

Cento e noventa e duas famílias de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, realizaram, nesta quarta-feira (7), o sonho da casa própria. Elas morarão em apartamentos localizados no Residencial Jornalista Armando Tibana, que recebeu investimentos de R$ 15,3 milhões do Governo Federal, além de contrapartidas do governo de Mato Grosso do Sul e da prefeitura municipal. O aporte total no empreendimento foi de R$ 19,2 milhões.

“Este condomínio, que vai beneficiar mais de 700 pessoas, é mais uma obra que demos continuidade para entregar à população, como tem nos orientado o Presidente Jair Bolsonaro. Temos trabalhado incansavelmente para reduzir o déficit habitacional e garantir que a população de baixa renda tenha acesso à casa própria”, afirmou o secretário Nacional de Habitação, do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), Alfredo Eduardo dos Santos.

O Residencial Jornalista Armando Tibana tem 12 blocos de apartamentos, cada um deles com 47m² de área, distribuídos em sala, cozinha, banheiro, área de serviços e dois quartos. O complexo conta com centro comunitário, quadra poliesportiva e parque infantil, além de infraestrutura com redes de água, esgoto, energia elétrica, pavimentação e urbanização. Na região, há ainda quatro escolas, três creches, três postos de saúde e um posto de segurança.

Produção habitacional

Em 2020, o MDR entregou 420 mil moradias, das quais 54 mil foram destinadas a famílias de baixa renda. Mais de 1,68 milhão de pessoas tiveram o sonho da casa própria realizado. Foram, ainda, retomadas cerca de 30 mil unidades que estavam paralisadas e poderão contemplar 120 mil pessoas.

Neste ano, já foram 51.770 moradias entregues, das quais 1.981 para famílias de baixa renda.

 


Com informações do Ministério do Desenvolvimento Regional