Notícias

Pessoas curadas

Hospital da Rede Ebserh/MEC em Petrolina (PE) ultrapassa média nacional de recuperação de pacientes graves acometidos pela Covid-19

Com R$ 6 milhões investidos pela Ebserh/MEC, a UTI Covid do HU-Univasf/Ebserh/MEC atingiu a marca de 61,9% de pessoas curadas, enquanto o índice no país é de 52,4%
Publicado em 05/04/2021 15h42
05042021 policlínica uti covid hu-univasf 1.jpg

Leitos de UTI Covid contam com profissionais capacitados, infraestrutura de ponta e de todos os insumos hospitalares e medicamentos necessários

Petrolina (PE) – Salvar vidas é a motivação que impulsiona os profissionais de saúde em todo o país no desafio diário do enfrentamento à pandemia. No Hospital Universitário de Petrolina, vinculado à Rede Ebserh/MEC (HU-Univasf/Ebserh/MEC), essa motivação, aliada à gestão de excelência e a investimentos que totalizam R$ 6 milhões disponibilizados pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) para aquisições e contratações, levou a UTI Covid da Policlínica a registrar taxas de recuperação de pacientes em tratamento intensivo acima da média nacional. Segundo dados de pesquisa realizada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), enquanto que o índice médio de recuperação no país é de 52,4%, a marca do hospital da Rede Ebserh é de 61,9% de cura, totalizando mais de 92 vidas salvas desde que o serviço foi disponibilizado, em março de 2020.

O importante índice obtido pelo hospital se torna ainda mais relevante ao considerar que o HU é hoje responsável por receber os pacientes mais graves da rede pública da região, comumente acolhidos já com complicações prévias e comorbidades.

O HU-Univasf/Ebserh/MEC conta com uma equipe multiprofissional altamente qualificada e engajada com a humanização no processo de cuidado. Além disso, os leitos de UTI Covid contam com uma infraestrutura de ponta que engloba desde respiradores apropriados, equipamentos de monitorização e diagnóstico precisos, além de todos os insumos hospitalares e medicamentos necessários para viabilizar a recuperação dos pacientes. 

Conforme relatou o superintendente Itamar Santos, o HU-Univasf aumentou em 100% o número de leitos de UTI Covid em menos de um ano. “Tínhamos 10 leitos de terapia intensiva voltada para pacientes com Covid-19. Como principal hospital público da região, e diante da crescente demanda, aceitamos o desafio de dobrar esse número e chegamos a 20 leitos destinados a atender os pacientes mais graves. Para essa empreitada, convocamos e envolvemos toda a equipe hospitalar, desde o administrativo, equipes de tecnologia da informação e infraestrutura, apoio logístico, profissionais de saúde, entre outros. Além disso, a Ebserh/MEC tem nos assegurado todo o apoio financeiro, logístico e gerencial necessário. A governança e os profissionais estão unidos, desenvolvendo um trabalho árduo com um único objetivo: salvar vidas”, afirmou Santos.

Sobre a Rede Ebserh

O HU-Univasf faz parte da Rede Ebserh/MEC desde janeiro de 2014. Estatal vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Vinculadas a universidades federais, essas unidades hospitalares possuem características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Com informações do HU-Univasf/Ebserh/MEC