Galeria de Imagens

Infraestrutura

Com investimento de R$ 10,5 milhões, Governo Federal inaugura obras no Hospital Universitário da UFMA/Ebserh em São Luís

Foi inaugurado também novo prédio que abrigará atividades multidisciplinares no campus da UFMA
Publicado em 02/09/2021 20h41 Atualizado em 10/09/2021 14h42
02092021 inauguração hu-ufma (25)
02092021 inauguração hu-ufma (16).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (1).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (2).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (3).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (4).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (5).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (6).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (7).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (8).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (9).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (10).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (11).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (12).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (13).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (14).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (15).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (17).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (18).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (19).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (20).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (21).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (22).jpg
02092021 inauguração hu-ufma (23).png
02092021 inauguração hu-ufma (24).png

São Luís (MA) – Foram inaugurados, nesta quinta-feira, 2, com participação do Ministro da Educação, Milton Ribeiro, e do presidente da Rede Ebserh/MEC, Oswaldo Ferreira, o Centro de Referência em Endocrinologia e Hepatologia e as novas instalações do ambulatório de Cardiologia do Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão, gerido pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh/MEC). Os investimentos somam aproximadamente R$ 10,5 milhões do Governo Federal, por meio Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), também gerido pela Ebserh/MEC, e irão melhorar a qualidade dos 7 mil procedimentos realizados mensalmente, entre consultas e exames voltados aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

O ministro da Educação agradeceu o esforço de todos que fazem do hospital uma referência. “ A vocação do Hospital Universitário é promover o ensino paralelo ao serviço prestado à população. Tenho certeza que os profissionais e residentes que passam por aqui saem de uma maneira diferente. E é com muito orgulho que estamos aqui hoje inaugurando esses serviços tão essenciais. Agradeço o empenho de cada um que faz parte dessa conquista", afirmou Ribeiro.

O presidente da Rede Ebserh/MEC destacou a felicidade em ver a evolução das unidades hospitalares vinculadas. “É um prazer muito grande voltar a São Luís, uma vez que estamos cada vez mais comprovando a evolução deste hospital que considero uma referência dentro da Rede Ebserh. Nós temos dois grandes objetivos em nossa atuação, que é prestar assistência de qualidade àqueles que dependem do Sistema Único de Saúde e formar os melhores profissionais na área de saúde. Eu não poderia deixar de registrar o esforço que tem sido feito pelo corpo diretor deste hospital para podermos inaugurar ambientes propícios para o ensino e assistência”, disse Ferreira

O Centro de Referência em Endocrinologia e Hepatologia, que recebeu o investimento de R$ 2,7 milhões para reforma e adequação do prédio, abrigará o Serviço de Gastroenterologia e Hepatologia, referência nas doenças do fígado para todo o estado do Maranhão. Nesse serviço, são tratados os casos de hepatite de maior complexidade, inclusive transplantes hepáticos, no qual há todo o acompanhamento de pré e pós-transplante. Em média, são realizadas mensalmente 800 consultas na hepatologia e 800 consultas no ambulatório de gastroenterologia. A estrutura também abrigará o Serviço de Endocrinologia, referência para tratamentos de diabetes mellitus tipo 1, além das diversas outras doenças endocrinológicas, desde tumores até outros distúrbios da diabetes mellitus tipo 2, todos dentro da alta complexidade. Em média são realizadas 3,1 mil consultas dessa especialidade por mês.

O Ambulatório de Cardiologia também será inaugurado em novas instalações. Ele sairá da Unidade Materno Infantil e passará a oferecer suas consultas e exames no prédio construído na extensão da Unidade Presidente Dutra. A obra recebeu um investimento de aproximadamente R$ 7,8 milhões. O serviço tem uma média de atendimento de mil consultas e 1,2 mil exames mensais nas diversas patologias da alta complexidade, desde cardiologia geral até transplantes cardíacos, com atendimentos voltados tanto para o adulto quanto para a criança, sendo também referência para todo o estado do Maranhão.

Na solenidade estavam presentes ainda o reitor da UFMA, Natalino Salgado Filho, a vice- prefeita de São Luís, Esmênia Miranda, a superintendente do HU-UFMA, Joyce Santos Lages, dentre outras autoridades e equipes técnica e de gestão do hospital.

Obras no campus

Hoje também foi inaugurado novo prédio, no campus da UFMA, que abrigará equipes multidisciplinares da universidade. O prédio conta com três pavimentos, auditórios, estúdios de gravação, laboratório de informática, salas para capacitação de projetos, espaço multiuso, reunião e treinamento, copa, refeitório e áreas de lazer.

Em novembro do ano passado, a UFMA deu início a retomada das obras do prédio onde está instalada a Diretoria de Tecnologias na Educação. Com o orçamento total de cerca de R$ 924 mil, foram ampliadas e melhoradas as estruturas do ensino tecnológico a distância na UFMA.

Sobre a Rede Ebserh 

O HU-UFMA faz parte da Rede Ebserh desde janeiro de 2013. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência. 

Vinculadas a universidades federais, essas unidades hospitalares têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, a os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde da região em que estão inseridos.

Coordenadoria de Comunicação Social da Rede Ebserh/MEC