Programar navios para atracar e desatracar no Porto de Angra dos Reis

Programar navios para atracar e desatracar no Porto de Angra dos Reis (PA)
Avaliação: Sem Avaliação
Avaliação

O número antes das estrelas é a nota dada pelos usuários que utilizaram o serviço e vai de 1 a 5.
Depois das estrelas, entre parênteses, é a quantidade de usuários que avaliaram o serviço.
Os números são atualizados diariamente.

  • O que é?

    Este serviço permite que os usuários programem os navios que irão atracar e desatracar no Porto de Angra dos Reis

  • Quem pode utilizar este serviço?

    Armador e Agente Marítimo

     

     

    O agente marítimo/Armador deverá solicitar para a Gerência de Operações do Porto de Angra dos Reis o cadastramento nos sistemas supervia de dados e porto sem papel através do e-mail operacional.angra@portosrio.gov.br.

    Para o cadastramento no sistema porto sem papel, onde será possível gerar o Documento Único Virtual (DUV), os dados abaixo devem ser informados:

    • CNPJ;
    • Razão social;
    • Situação cadastral;
    • telefone;
    • CNAE;
    • Endereço;
    • Inscrição Estadual;
    • Inscrição Municipal;
    • e-mail;
    • Nome do Executivo-chefe;
    • Cargo do Executivo-chefe.

     Além disso, é necessário informar os dados (Nome, CPF, e-mail, telefone, endereço) dos empregados que estão habilitados a trabalhar no referido sistema.

    Para se cadastrar no sistema supervia de dados, onde será possível gerar a Solicitação para utilização da Infra-estrura Aquaviária – PA, é necessário fornecer as seguintes informações:

    •  Razão social;
    • CNPJ;
    • Responsável;
    • Telefone/ fax;
    • e-mail;
  • Etapas para a realização deste serviço
    1. Protocolar documentos

      1 - Cadastrar a embarcação no PSP;

      2- Gerar o Documento Único Virtual (DUV) no sistema PSP;

      3- Verificar o cadastro da embarcação no Supervia de Dados;

      4- Realizar o Pedido de Atracação (PA) no sistema Supervia de dados;

      5- Solicitar a ratificação do DUV no PSP;

      6 – Solicitar atracação e desatracação no PSP;

      Documentação

      Documentação em comum para todos os casos
      • 1-Cadastrar a embarcação no PSP: n° IMO; nome da embarcação; armador proprietário e afretador; nome da sociedade classificadora; bandeira; tipo de embarcação, superestrutura e casco; área Navegação; finalidade da embarcação; comprimento, largura e altura da embarcação; calado máximo e mínimo do navio; velocidade máxima; Arqueação Bruta e Líquida DWT; capacidade Água Lastro e máxima água potável; autonomia retenção (dias); altura de borda livre

      • 1-Cadastrar a embarcação no PSP: nº câmaras refrigeradas capac. máxima efluentes; quantidade de  cozinha, tanques lastro e tanques a bordo, unidades ar condicionado, piscinas adulto e piscinas infantis; capacidade do equipamento de bordo da embarcação; ano de fabricação; se possui guindaste de bordo; disposição do guindaste da embarcação;  dados de comunicação e certificados; notificações de inspeção; passes de entrada e saída da polícia marítima; tripulação de segurança e histórico VTMIS.

      • 2-Gerar DUV no sistema PSP: agência de Navegação, CPF do Representante da Agência, Porto de Estadia, Natureza da Estadia ,Data/Hora Prevista de Chegada no Porto (Fundeio),Data/Hora Prevista de Atracação, Local Previsto da Atracação e Data/Hora Prevista da Desatracação.

      • 3-Verificar o cadastro da embarcação no Supervia de Dados: enviar o Ship`s Particular, documento que contém os dados dos navios.

         

      • 4-Realizar o PA no sistema Supervia de dados: dados da embarcação, porto de origem e destino, afretador, armador, local de atracação, tipo de contrato, data prevista de atracação e desatracação, calado de proa e popa na entrada e saída, tipo de carga, quantidade a ser movimentada e tipo de operação.

      • 5-Solicitar a ratificação do DUV no PSP: não há documentos ou informações nesta etapa o agente marítimo o confirma o aviso de atracação;

         

      • 6-Solicitar atracação e desatracação no PSP: lista de Tripulantes, Lista de Passageiros, Armas e Munições, Características da Estadia, Características da Embarcação, Informações Sanitárias, Provisões de Bordo e Manifestos de Carga; Após o preenchimento das informações do DUV, o usuário da Agência de Navegação deverá confirmar a solicitação de atracação da embarcação

      • 7- Para programação é necessário informar a data e  horário previstos para atracação e/ou desatracação.

      Canais de prestação

        E-mail : 

      E-mail: operacional.angra@portosrio.gov.br.

      Tempo de duração da etapa

      Atendimento imediato
  • Outras Informações
    Quanto tempo leva?
    Atendimento imediato

    Este serviço é gratuito para o cidadão.

    Para mais informações ou dúvidas sobre este serviço, entre em contato

    Telefones (024) 3365-7425/(021) 99634-2491

    E-mail: operacional.angra@portosrio.gov.br.


    Este é um serviço do(a) Companhia Docas do Rio de Janeiro . Em caso de dúvidas, reclamações ou sugestões favor contactá-lo.

    Validade do Documento
    Sem validade.

    Tratamento a ser dispensado ao usuário no atendimento

    O usuário deverá receber, conforme os princípios expressos na lei nº 13.460/17, um atendimento pautado nas seguintes diretrizes:

    • Urbanidade;
    • Respeito;
    • Acessibilidade;
    • Cortesia;
    • Presunção da boa-fé do usuário;
    • Igualdade;
    • Eficiência;
    • Segurança; e
    • Ética

    Informações sobre as condições de acessibilidade, sinalização, limpeza e conforto dos locais de atendimento

    O usuário do serviço público, conforme estabelecido pela lei nº13.460/17, tem direito a atendimento presencial, quando necessário, em instalações salubres, seguras, sinalizadas, acessíveis e adequadas ao serviço e ao atendimento.


    Informação sobre quem tem direito a tratamento prioritário

    Não existe uma prioridade estabelecida para atendimento aos usuários e sim uma prioridade na programação das manobras de atracação e desatracação das embarcações que irão utilizar a infraestrutura aquaviária, conforme estabelecido nos artigos 29 e 30 do Regulamento de Exploração dos Portos organizados do Rio de Janeiro, Niterói, Itaguaí e Angra dos Reis.


Esta página foi útil para você?