Acessar informações via rádio mesmo em caso de colapso da comunicação (OC) Você também pode conhecer este serviço como: Transmissão de Ondas Curtas
Última Modificação: 31/07/2019
  • O que é?

    Situado a 34 quilômetros do centro de Brasília, o Parque do Rodeador é a maior estrutura de transmissão em ondas médias e curtas da América Latina. É esta complexa instalação da EBC que garante ao governo brasileiro a possibilidade de levar informações e serviços às áreas mais remotas do interior do Brasil, além de alcançar os cinco continentes.


    Em 2018, o Parque do Rodeador foi oficialmente classificado como infraestrutura crítica de radiodifusão em situações de desastre, catástrofes naturais e emergenciais, quando a radiodifusão é utilizada como serviço complementar de comunicação. Esse enquadramento foi determinado pelo Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI).

    Instalado em 09 de março de 1979, a área abriga quatro conjuntos de antenas gigantes, sendo uma de ondas médias (OM), com 142 metros de altura. Os outros três conjuntos possuem torres mais altas, atingindo 147 metros, e transmitem em ondas curtas (OC). Além da antena vertical empregada na transmissão de Ondas Médias, o parque conta com o reforço das antenas do tipo cortinas de dipolo para transmissão em Ondas Curtas. O projeto foi desenvolvido com os recursos mais modernos da época, para obter maior ganho e alcance da transmissão dos sinais de rádio.


    Embora esteja prestes a completar 40 anos, o Rodeador mantém-se na condição de parque transmissor estratégico do ponto de vista da soberania nacional. No caso de pane ou colapso total dos sistemas tradicionais de comunicação, incluindo aí a telefonia, a internet e a comunicação por satélite, restarão apenas as ondas curtas com potencial para fazer chegar mensagens a todo o Brasil e aos continentes europeu, norte-americano, asiático e africano, graças às antenas de cortinas de dipolo.

  • Quem pode utilizar este serviço?

    Brasileiros de todas as regiões, comunidades isoladas, ribeirinhas e indígenas, além de cidadão do mundo.

  • Etapas para a realização deste serviço
    1. Sintonizar as rádios Nacional AM, Nacional da Amazônia e Nacional do Alto Solimões.

      O Parque do Rodeador alimenta a transmissão em OM e OC das rádios EBC que levam a marca "Nacional":
      Rádio Nacional de Brasília AM - frequência 980 no dial
      Rádio Nacional da Amazônia AM - frequências 6.180 e 11.780 no dial
      Rádio Nacional do Alto Solimões AM - 670 no dial

      Canais de prestação

        Aplicativo móvel : 

      Basta dispor de um receptor de rádio ou celular com o aplicativo "Rádios EBC" para sintonizar uma das rádios com a marca Nacional: Rádio Nacional de Brasília AM - frequência 980 no dial Rádio Nacional da Amazônia AM - frequências 6.180 e 11.780 no dial Rádio Nacional do Alto Solimões AM - 670 no dial

      Procedimentos de atendimento quando o sistema informatizado se encontrar indisponível

      Basta dispor de um receptor de rádio ou celular com o aplicativo "Rádios EBC" para sintonizar uma das rádios com a marca Nacional: Rádio Nacional de Brasília AM - frequência 980 no dial Rádio Nacional da Amazônia AM - frequências 6.180 e 11.780 no dial Rádio Nacional do Alto Solimões AM - 670 no dial

      Tempo de duração da etapa

      Não estimado ainda
  • Outras Informações
    Quanto tempo leva?
    Não estimado ainda

    Este serviço é gratuito para o cidadão.

    Este é um serviço do Empresa Brasil de Comunicação S.A. . Em caso de dúvidas, reclamações ou sugestões favor contactá-lo.

    Tratamento a ser dispensado ao usuário no atendimento

    O usuário deverá receber, conforme os princípios expressos na lei nº 13.460/17, um atendimento pautado nas seguintes diretrizes:
    · Urbanidade;
    · Respeito;
    · Acessibilidade;
    · Cortesia;
    · Presunção da boa-fé do usuário;
    · Igualdade;
    · Eficiência;
    · Segurança; e
    · Ética


    Informações sobre as condições de acessibilidade, sinalização, limpeza e conforto dos locais de atendimento

    O usuário do serviço público, conforme estabelecido pela lei nº13.460/17, tem direito a atendimento presencial, quando necessário, em instalações salubres, seguras, sinalizadas, acessíveis e adequadas ao serviço e ao atendimento.


    Informação sobre quem tem direito a tratamento prioritário

    Tem direito a atendimento prioritário as pessoas com deficiência, os idosos com idade igual ou superior a 60 anos, as gestantes, as lactantes, as pessoas com crianças de colo e os obesos, conforme estabelecido pela lei 10.048, de 8 de novembro de 2000​


Esta informação foi útil para você?