Notícias

Cerrado

Trilha de 400 km vai conectar cidades do Planalto Central

Projeto vai permitir aos visitantes contato com as belezas intactas do cerrado
Publicado em 14/01/2020 12h00 Atualizado em 03/02/2020 19h33
Trilha de 400 km vai conectar cidades do Planalto Central

Projeto integra a Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade, criada em parceria pelos ministérios do Turismo e do Meio Ambiente e o (ICMBio - Foto: Ministério do Turismo

O Distrito Federal vai ganhar uma trilha de 400 km de percurso para os turistas interessados em aventuras. O projeto Caminhos do Planalto Central, com inauguração prevista para abril, vai permitir aos visitantes contato com as belezas intactas do cerrado, enquanto caminham, pedalam ou cavalgam.

Um dos percursos conecta o Parque Nacional de Brasília e diversas outras unidades de conservação, Santuário dos Pagés, Eixo Monumental de Brasília, Lago Paranoá, Ermida Dom Bosco e outros atrativos. A ideia é justamente proporcionar o contato com o centro de Brasília, seu traçado urbano singular, monumentos, obras de arte, palácios e mirantes.

A nova trilha está dentro do trecho do Caminho dos Goyazes, que liga a cidade de Goiás Velho à Chapada dos Veadeiros, em Goiás. O percurso completo reúne três patrimônios da humanidade: Goiás Velho (Patrimônio Histórico), Brasília (Patrimônio Cultural) e Chapada dos Veadeiros (Patrimônio Natural). 
O início da trilha está conectado com o fim do Caminhos de Cora, trilha de 300 km que possui cinco cidades históricas, oito povoados, mais de 20 igrejas, inúmeras cachoeiras e parques.

O projeto integra a Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade, criada em parceria pelos ministérios do Turismo e do Meio Ambiente e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), para conectar paisagens e ecossistemas brasileiros e a oferta turística de natureza.

Turismo de aventura

O Brasil ocupa o 2ª lugar em recursos naturais no planeta e o ecoturismo e o turismo de aventura estão entre os principais motivos pelos quais os turistas visitam o país.

“Nosso território possui belezas exuberantes de Norte a Sul. Precisamos explorar todo o potencial que a natureza nos oferece. O RedeTrilhas intensifica o ecoturismo, o turismo de aventura, promove a preservação do meio ambiente e a geração de emprego e renda num contexto de desenvolvimento local e regional sustentáveis”, afirmou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

 

Com informações do Ministério do Turismo