Notícias

Investimento

Hospital de Petrolina recebe mais de R$ 5 milhões para combater a pandemia

Valor inclui o pagamento do salário de 189 profissionais da área da saúde contratados para dar suporte aos atendimentos de Covid-19 na unidade hospitalar
Hospital Universitário de Petrolina recebe mais de R$ 5 milhões em investimentos da Ebserh para combater a pandemia

Valou permitiu a aquisição de equipamentos, insumos e contratações de profissionais temporários. - Foto: Ebserh

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) investiu mais de R$ 5 milhões no Hospital Universitário da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf), para a atuação da unidade hospitalar no combate ao novo coronavírus. Esse montante serviu para aquisições de equipamentos de infraestrutura e materiais médicos, além da contratação de 189 profissionais de saúde temporários. Os recursos e as contratações resultaram na estruturação de 20 leitos de UTI para pacientes com Covid-19.

O HU-Univasf continua realizando assistência aos casos de urgência e emergência de médias e altas complexidades em ortopedia, neurocirurgia, entre outras especialidades. De janeiro a maio deste ano, foram 13.687 atendimentos. A UTI Covid apresenta, até agora, uma taxa de ocupação em torno de 60%.

“O valor expressivo aplicado demonstra o empenho que o HU e a Ebserh vêm dedicando ao combate à Covid-19. Estamos, cada vez mais, reforçando o lugar de destaque que o nosso hospital tem na assistência à saúde da população do Vale do São Francisco”, afirmou o superintendente do HU, Itamar Santos.

A UTI Covid possui equipamentos modernos e adequados para atender às necessidades dos pacientes contaminados com o novo coronavírus. Até agora, foram investidos mais de R$ 800 mil para adquirir respiradores, monitores multiparamétricos, equipamentos de infraestrutura, entre outros.

Além do apoio ao ensino, formação e capacitação das equipes assistenciais, a Rede Ebserh implementou o Comitê de Operações Especiais (COE) para definir estratégias e ações em nível nacional para o enfrentamento da pandemia. Desde os primeiros anúncios sobre a Covid-19, a Rede Ebserh tem trabalhado em parceria direta com os ministérios da Saúde e da Educação, com participação nos COEs desses órgãos, e tendo como diretrizes o monitoramento da situação no país e em suas 40 unidades hospitalares.

 

 

Com informações da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares