Notícias

Defesa

Comando Conjunto Norte instala quatro bases avançadas

publicado: 09/09/2019 19h16, última modificação: 09/09/2019 19h16
Cerca de 4 mil militares das Forças Armadas estão empregados na Operação Verde Brasil, nos estados do Pará, Amapá, Maranhão e o norte de Tocantins
Comando Conjunto Norte instala quatro bases avançadas

Base da Serra do Cachimbo está com cerca de 100 militares Base da Serra do Cachimbo está com cerca de 100 militares Foto: Divulgação CMN

O Comando Conjunto Norte, no contexto da Operação Verde Brasil, criou quatro bases avançadas para intensificar os trabalhos de combate aos incêndios em sua área de atuação. Os militares podem ser empregados em ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais e levantamento e combate a focos de incêndio.

A base de Novo Progresso possui cerca de 220 militares do 52º Batalhão de Infantaria de Selva (Marabá-PA), do 53º Batalhão de Infantaria de Selva (Itaituba-PA), do 23º Batalhão Logístico de Selva (Marabá-PA), do 24º Batalhão de Infantaria de Selva (São Luís-MA) e do 4º Batalhão de Aviação do Exército (Manaus-AM).

A base da Serra do Cachimbo está com cerca de 100 militares do 2º Batalhão de Infantaria de Selva (Belém-PA).

A base de São Félix do Xingu está com cerca de 150 militares do 52º Batalhão de Infantaria de Selva, do 1º Grupo de Artilharia de Campanha de Selva (Marabá-PA), e do 23º Batalhão Logístico de Selva.

Base de São Félix do Xingu conta com cerca de 150 militares Foto: CMN

Já a base de Faz Tarumã possui cerca de 30 militares do 52º Batalhão de Infantaria de Selva. Esses locais acolhem militares da Marinha, do Exército, da Força Aérea Brasileira e do Corpo de Bombeiros Militar do Pará, além de agentes dos órgãos governamentais federal, estadual e municipais.

Além dessas bases, os militares continuam atuando em Itaituba, Altamira, Marabá, Castanhal e regiões adjacentes a esses municípios. Cerca de 4 mil militares das Forças Armadas estão empregados na Operação Verde Brasil, nos estados do Pará, Amapá, Maranhão e o norte de Tocantins.

Fonte: Ministério da Defesa