Notícias

Forças Armadas

Militares juntam esforços no combate a incêndios no Pantanal

Ministério da Defesa atua com cinco aeronaves em voos de reconhecimento e lançamentos de água
Publicado em 30/09/2020 15h56
Militares juntam esforços no combate a incêndios no Pantanal

As ações de apoio contam com mais de mil profissionais, sendo militares, brigadistas e civis, além de cinco aeronaves das Forças Armadas em voos de reconhecimento, lançamentos de água e transporte de pessoal - Foto: Agência Brasil

Por meio do Ministério da Defesa (MD), militares das Forças Armadas estão concentrados no combate a focos de incêndio que atingem o Pantanal nos estados de Mato Grosso (MT) e Mato Grosso do Sul (MS). Em parceria com agências federais e estaduais, integrantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica empregam aeronaves que transportam brigadistas e despejam água, durante os sobrevoos, para conter as chamas.

No domingo (27), as principais atividades foram de combates às queimadas, no município de Corumbá (MS), nas localidades de Porto da Manga, Serra Negra e Amolar e na região entre o Parque Estadual do Pantanal do Rio Negro e Baía das Pedras. Além disso, houve a substituição das equipes no município de Poconé (MT).

As ações de apoio contam com mais de mil profissionais, sendo militares, brigadistas e civis, além de cinco aeronaves das Forças Armadas em voos de reconhecimento, lançamentos de água e transporte de pessoal.

Operação Pantanal

As Forças Armadas atuam desde o dia 25 de julho no combate a incêndio no Pantanal sul-mato-grossense. No dia 5 de agosto, as ações foram estendidas ao Pantanal de Mato Grosso. O Ministério da Defesa atendeu à solicitação recebida pelos dois estados.

O Centro de Coordenação da Operação está instalado no aeródromo do Sesc Pantanal, em Poconé (MT), ponto estratégico para o emprego dos meios. Participam da operação embarcações e helicópteros da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, além de Fuzileiros Navais com curso em incêndio florestal.

Com informações do Ministério das Defesa.