Notícias

Investigação

PF deflagra operação contra fraudes no Auxílio Emergencial

Suspeito utilizava dados das vítimas para receber o benefício e ameaçou autoridades públicas
Publicado em 02/09/2020 14h42
Polícia Federal deflagra operação contra fraudes no Auxílio Emergencial

Utilizando os dados das vítimas para se cadastrar nos aplicativos do Auxílio Emergencial, suspeito recebia os valores do benefício. - Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal deflagrou, nesta quarta-feira (2), a Operação Falso Samaritano, que apura os crimes de estelionato para o recebimento do auxílio emergencial, ameaça e divulgação de informações pessoais.

Durante as investigações foi identificado que o suspeito utilizava-se dos dados das vítimas para se cadastrar nos aplicativos dos auxílios emergenciais do Governo Federal e, assim, receber os valores em benefício próprio.

Após um pronunciamento do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, alertando sobre a existência de golpes e informando as ações para impedir os fraudadores, o suspeito ameaçou e divulgou informações pessoais do presidente e de seus familiares.

 

 

Com informações da Polícia Federal