Notícias

Benefício

Caixa abre mais cedo para pagamento do Auxílio Emergencial

Instituição informa que todos serão atendidos e orienta evitar aglomeração
Publicado em 05/05/2020 19h09
caixa_Jose_Cruz_EBC.jpg

Caixa abre mais cedo para pagamento do auxílio emergencial - Foto: José Cruz/EBC

Desde segunda-feira (4), todas as agências da Caixa funcionam com horário estendido, de 08h às 14h. O banco tem orientado a população a evitar chegar muito cedo o que gera longos períodos de espera e aglomerações.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, reforçou que todas as pessoas que chegarem às agências durante o horário de funcionamento serão atendidas. “Não precisa chegar de madrugada. A maior movimentação é sempre de manhã, então, vamos procura também chegar um pouco mais tarde e ter a certeza e a tranquilidade de que, se chegar, será atendido”.

No próximo sábado (9), mais de 2 mil agências em todo país vão abrir para atendimento do auxílio emergencial.

Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, já houve redução das filas e da movimentação nas agências do banco em todo o país. Ele avaliou que um dos motivos de grande demanda nas agências é o saque nas poupanças digitais que já chegou a 5,1 milhões.

“Estamos próximo de normalizar todo o pagamento de todas as pessoas com conta digital, ou seja, aquelas pessoas que não tinham contam em banco antes e que receberam pela Caixa pela primeira vez. São pessoas que conhecem pouco de como se faz um saque, é uma demanda muito grande de conversa, de explicação”, disse.

Os beneficiários estão recebendo a primeira de três parcelas de R$ 600 do auxílio.

Pagamento da segunda parcela

De acordo com Pedro Guimarães, a expectativa é que o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial ocorra de forma mais tranquila e com menos aglomerações nas agências bancárias.

Cerca de 3 mil funcionários do banco foram direcionados para o atendimento nas agências mais críticas. Além disso, a Caixa informou que estão sendo contratados novos 4.800 vigilantes (desse total, 2 mil já estão alocados) e 889 recepcionistas para reforçar a orientação e o atendimento ao público.

O presidente da Caixa disse que estão em discussão mudanças para o calendário do segundo pagamento. “Esse primeiro pagamento foi onde tinha uma série de ajustes para serem feitos, mas estamos muito confiantes em relação ao segundo”, disse Guimarães.

Das 18,5 milhões de contas de poupança digital criadas pela Caixa para pagamento do auxílio emergencial do Governo Federal, 16,5 milhões já tiveram movimentação como saques, transferências e pagamentos.