Notícias

ENERGIA

Governo Federal acompanha de perto situação em Macapá

Prioridade repassada pelo Presidente Jair Bolsonaro é o restabelecimento da energia o mais rápido possível
Publicado em 05/11/2020 19h59
Governo Federal acompanha de perto situação em Macapá

Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e comitiva se deslocaram na quarta-feira (4) para Macapá - Foto: Ministério de Minas e Energia

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, se deslocou na noite dessa quarta-feira (4), por volta das 21h, para Macapá (AP), para acompanhar de perto a situação da interrupção de carga elétrica ocorrida no estado, na terça-feira (3), em virtude de um incêndio no transformador 1 da Subestação de Macapá. Viajaram com ele, o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), André Pepitone, o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Luiz Carlos Ciocchi, e o secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia, Rodrigo Limp.

“Temos uma perspectiva de reparo de um dos transformadores ainda no dia de hoje, o que, se for bem-sucedido, restabelecerá de 60% a 70% da carga do estado do Amapá. Estamos também desencadeando outras ações para que, no prazo de até 30 dias, todos os transformadores necessários para a total segurança energética do local estejam totalmente restabelecidos”, afirma o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

A comitiva foi recebida pelo governador Waldez Góes e, imediatamente, participaram de reunião com o objetivo de analisar a situação na região e planejar as ações subsequentes. "Temos que trabalhar com o governo e companhia de energia do estado, para priorizar, primeiramente aqueles serviços essenciais, mas naturalmente visando à atender ao máximo de pessoas possível", destaca Rodrigo Limp.

Na manhã desta quinta-feira (5), o grupo participou de reunião com representantes de instituições estaduais do setor. Além disso, foi feita uma visita à empresa onde ocorreu o incêndio na Subestação para dialogar com os técnicos do local. Em seguida, Bento Albuquerque fez um sobrevoo na região para avaliar a situação.

“Temos uma perspectiva de reparo de um dos transformadores ainda no dia de hoje, o que, se for bem-sucedido, restabelecerá de 60% a 70% da carga do estado do Amapá. Estamos também desencadeando outras ações para que, no prazo de até 30 dias, todos os transformadores necessários para a total segurança energética do local estejam totalmente restabelecidos”, afirma o ministro.

Além disso, a Casa Civil da Presidência da República promoveu reunião emergencial do Governo Federal com integrantes de diversos ministérios para adoção de medidas proativas, com o objetivo de mitigar as consequências do ocorrido. A prioridade repassada pelo Presidente Jair Bolsonaro é o restabelecimento da energia o mais rápido possível para todo o estado.

 

Com informações do Ministério de Minas e Energia