Notícias

enem 2021

Inscrições encerram nesta quarta-feira (14)

A nota no exame é uma porta de entrada para instituições de ensino superior
Publicado em 14/07/2021 09h33 Atualizado em 14/07/2021 09h42
Enem 2021

Inscrições encerram nesta quarta-feira (14) - Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O prazo de inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 está terminando. Os estudantes têm até as 23h59 desta quarta-feira (14) para fazer a inscrição, pela internet. Qualquer pessoa que já concluiu ou está concluindo o ensino médio pode fazer o exame. A nota obtida pode ser usada para ingresso na educação superior.

Em 2021, tanto a versão digital quanto a impressa do Enem terá as mesmas provas, com itens e tema da redação iguais. E serão aplicadas nas mesmas datas, 21 e 28 de novembro.

A inscrição para o exame é feita na Página do Participante do Enem informando dados pessoais como o CPF e a data de nascimento.

Acesse a Página do Participante

Inscrição

Para se inscrever é preciso ter login único de acesso aos serviços do Governo Federal. Quem não tem deve acessar o endereço eletrônico acesso.gov.br e se cadastrar. É importante que o estudante guarde a senha cadastrada porque, além da inscrição, ela será usada também para consultar locais de provas, conferir resultados individuais e para participar do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Mas se o candidato esquecer a senha, é possível recuperá-la. Basta acessar o sistema do Governo Federal, informar o número do CPF e clicar em “Avançar” que vai aparecer a opção “Esqueci minha Senha”.

A taxa de inscrição do Enem 2021 é de R$ 85 e deve ser paga por quem que não se enquadra nos critérios para isenção. Uma guia de pagamento é gerada no sistema do exame. A taxa deverá ser paga até o dia 19 de julho.

Tem direito à isenção do pagamento da taxa de inscrição quem está cursando a última série do ensino médio no ano de 2021, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar. Para esses estudantes o sistema não gera o boleto de cobrança da taxa.

Saiba como criar o login único

Provas

É no momento da inscrição que o participante escolhe se quer fazer a prova digital ou impressa. As vagas para a versão digital são limitadas. Esse modelo pode ser feito apenas por aqueles que já terminaram o ensino médio ou vão terminar em 2021.

O exame tem quatro provas objetivas e uma redação em língua portuguesa. Cada prova objetiva terá 45 questões de múltipla escolha. São avaliadas quatro áreas de conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias.

Preparação


Para o Enem, os colégios buscam diferentes estratégias para preparar os jovens, até mesmo o uso de games como ocorre em um colégio de Brasília. A ideia é melhorar a concentração, o aprendizado e reforçar e fixar os conteúdos.

O estudante Gabriel Frozi, 17 anos, que quer cursar Direito, está terminando o ensino médio no colégio que utiliza os jogos eletrônicos no ensino e na preparação para o Enem. “A atividade de utilizar games ajuda a engajar mais o estudante e assim ele ter um foco maior nos estudos, conseguir estudar mais e ter um resultado melhor. O uso de games vai ajudar no desenvolvimento do pensamento crítico e na criatividade do estudante”, disse o estudante.

A estudante Beatriz Queiroz, 17 anos, também se prepara da mesma forma para fazer as provas e conseguir uma vaga para Engenharia da Computação. “É uma atividade que incentiva muito o protagonismo e a criatividade. Utilizar games relaxa qualquer jovem, então, usar games com método, dá certo”, afirmou.

Atendimento especializado

No momento da inscrição, o candidato pode solicitar atendimento especializado, pela Página do Participante. É preciso informar as condições que motivam o pedido e anexar a documentação comprobatória. O resultado das solicitações aceitas será divulgado no dia 23 de julho pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O atendimento especializado é para casos de baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual (mental), surdocegueira, dislexia, deficit de atenção, transtorno do espectro autista, discalculia, gestante, lactante, idoso e/ou pessoa com outra condição específica.

Na edição de 2021, o Enem Digital contará com recursos de acessibilidade inéditos. Os candidatos poderão pedir recursos como tradutor-intérprete de Libras, prova com letra ampliada e superampliada, tempo adicional e sala de fácil acesso, entre outros.

Acesso à educação superior

As notas do Enem podem ser usadas para acesso ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e ao Programa Universidade para Todos (ProUni). Elas também são aceitas em mais de 50 instituições de educação superior portuguesas, de acordo com o Ministério da Educação.

Os participantes do Enem ainda podem pleitear financiamento do governo no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).