Notícias

Cidadania

Aparecida de Goiânia recebe unidade esportiva do Estação Cidadania

Programa leva infraestrutura de alta qualidade para a iniciação esportiva em áreas vulneráveis e esta presente em 115 municípios de 22 estados
Publicado em 06/08/2020 13h59 Atualizado em 06/08/2020 16h59
Aparecida de Goiânia ganha unidade do Estação Cidadania

O complexo esportivo de 12 mil metros quadrados, sendo mais de três mil m² de área construída - Foto: Rodrigo Estrela

A população de Aparecida de Goiânia ganha mais qualidade de vida com a entrega da Estação Cidadania, inaugurada no fim de julho, na região metropolitana da capital de Goiás. O programa que leva infraestrutura de alta qualidade para a iniciação esportiva em áreas vulneráveis agora está presente em 115 municípios de 22 estados. Os repasses federais para todo o País chegaram a R$ 417,6 milhões.

Composta por ginásio poliesportivo com arquibancada para 180 lugares, estrutura de atletismo e área de apoio (administração, sala de professores, vestiários, enfermaria, copa, depósito, academia, sanitário público), o Estação Cidadania de Aparecida recebeu um investimento de R$ 4,4 milhões do Governo Federal, sendo R$ 972 mil de contrapartida do município. O complexo esportivo de 12 mil metros quadrados, sendo mais de três mil m² de área construída, comporta dezenas de modalidades olímpicas, paralímpicas e não olímpicas.

Em Goiás, são dez projetos de Estação Cidadania contratados, num total de R$ 33,4 milhões de investimentos federais. Aparecida é a primeira a inaugurar uma unidade no estado. As demais serão em Águas Lindas de Goiás, Anápolis, Formosa, Itumbiara, Novo Gama, Rio Verde, Senador Canedo, Trindade e Valparaíso de Goiás.

O programa para construção de Estações Cidadania constitui o maior projeto de legado de infraestrutura esportiva dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. O objetivo das unidades é ampliar a oferta de infraestrutura de equipamento público esportivo qualificado, incentivando a iniciação esportiva em regiões de vulnerabilidade social das grandes cidades.

 

Com informações do Ministério da Cidadania