Notícias

Pesquisa

Governo institui Observatório Nacional da Família para subsidiar políticas públicas

Observatório visa a incentivar o desenvolvimento de pesquisas e fortalecer o diálogo entre a comunidade acadêmica e gestores de políticas voltadas à família
Publicado em 23/06/2020 16h01
Governo institui Observatório Nacional da Família para subsidiar políticas

Gestão do Observatório será feita pelo Departamento de Equilíbrio Trabalho-Família, da Secretaria Nacional da Família - Foto: EBC

A partir do dia 1º de julho de 2020, pesquisadores, gestores, parlamentares, organizações da sociedade civil passarão a contar com o Observatório Nacional da Família (ONF). A iniciativa foi instituída, por meio de uma portaria publicada pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), nessa segunda-feira (22). 

O observatório tem como finalidade dar visibilidade ao papel da família para a transmissão de valores e de proteção social. Também terá como atribuição incentivar o desenvolvimento de pesquisas nos programas de pós-graduação stricto sensu e fortalecer o diálogo entre a comunidade acadêmica e os gestores de políticas públicas relacionadas à família.

Além disso, é esperado que a utilização de dados estatísticos como subsídios estimulem a formulação, monitoramento e avaliação de políticas públicas voltadas para as famílias.

A gestão será feita pelo Departamento de Equilíbrio Trabalho-Família, da Secretaria Nacional da Família (SNF), que viabilizará a ação do observatório por meio de acompanhamento de políticas familiares, textos analíticos, vídeos, seminários, cadernos de pesquisa e relatórios. O trabalho poderá contar com o apoio de integrantes do governo, de organismos internacionais, da sociedade civil, além de especialistas convidados.

 

Com informações do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos