Notícias

Covid-19

Itamaraty auxilia brasileiros no exterior afetados pela crise do novo coronavírus

Rede de embaixadas e consulados vem prestando auxílio aos brasileiros afetados por fechamento de fronteiras, de restrição à circulação e cancelamentos de voos
Publicado em 30/03/2020 12h20
Itamaraty auxilia brasileiros no exterior afetados pela crise do novo coronavírus

Grupo Consular de Crise funciona de forma integrada com as embaixadas e consulados - Foto: EBC

O Itamaraty informou que está prestando auxílio a todos os brasileiros que estão no exterior impedidos de voltar ao Brasil, devido a medidas de restrição à circulação e cancelamentos de voos de companhias aéreas causados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A ajuda está sendo feita por meio de suas embaixadas e consulados.

As medidas incluem viabilizar embarques e incluir brasileiros em voos de repatriação organizados por outros países, liberação de vistos emergenciais para os cidadãos que etão em países com essa exigência e deslocamento em regiões com restrições de trânsito.

O Ministério das Relações Exteriores informou ainda que fará o acompanhamento da situação dos brasileiros em cada país e que estão sendo estudados novos voos charter, fretados pelo órgão, para trazer os brasileiros de volta para o País.

O número estimado de brasileiros repatriados com auxílio do governo é de 8.300. 

Até o momento, o Itamaraty organizou, no Peru, sete voos charter de repatriação, além de dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB), que permitiram o retorno de 1.049 brasileiros. No Paraguai, a embaixada brasileira conseguiu autorização para que 198 estudantes brasileiros pudessem cruzar a Ponte da Amizade e voltar ao Brasil por Foz do Iguaçu (PR). 

No Kuwait, a embaixada garantiu a inclusão de 7 brasileiros em voo especial que iria
recolher kuwaitianos em Londres. De lá, os brasileiros puderam seguir viagem para o Brasil. Já no Marrocos, 203 brasileiros voltaram em voo charter, organizado em conjunto com a embaixada. E na Espanha, o consulado apoiou o deslocamento de 30 menores que se encontravam no interior país até o aeroporto de Barajas, para embarque.

Auxílio consular

O Ministério das Relações Exteriores organizou em Brasília (DF) o Grupo Consular de Crise (G-Con), que funciona de forma integrada com as embaixadas e consulados. O grupo tem cinco equipes organizadas por área geográfica, formadas por servidores em Brasília e nos postos. Cerca de 14.000 brasileiros já entraram em contato com o G-con.

O MRE também disponibilizou um formulário emergencial de auxílio consular para os brasileiros no exterior que estão sendo afetados pela crise do novo coronavírus.

Os números de contato de emergência no exterior podem ser acessados aqui. Para ligar, disque: 00 + código da operadora de longa distância + código do país + número.

Também estão disponíveis os seguintes números para assistência aos brasileiros, divididos em regiões geográficas:

  • América do Sul: +55 (61) 9826 00 767
  •  América do Norte, Central e Caribe: + 55 (61) 9826 00 610
  •  Europa: + 55 (61) 9826 00 787
  • África e Oriente Médio: + 55 (61) 9826 00 568
  • Ásia e Oceania: + 55 (61) 9826 00 613
O Itamaraty também envia alertas por meio dos perfis da embaixada ou consulado de cada região, além de informar pelo portal consular. Lá, é possível encontrar informações sobre medidas de restrição de circulação determinadas pelo governo local, voos de volta ao Brasil, medidas de apoio aos brasileiros e contatos dos agentes consulares.


Com informações do Ministério das Relações Exteriores