Princípios e Diretrizes

Princípios e Diretrizes

O sistema de monitoramento da conservação da biodiversidade prioriza protocolos de avaliação rápida, que otimizem tempo, recursos financeiros e recursos humanos. Como caraterística importante, ele prevê a participação de agentes locais - tanto de agentes comunitários, como de analistas e técnicos ambientais – e de especialistas de nossos Centros de Pesquisa e Conservação, além dos demais parceiros como Instituições de Ensino e Pesquisa e ONGs. Para tanto, o sistema conta com dois fortes componentes: a capacitação (tanto interna quanto externa) e a gestão de dados/ informações.Com base na experiência internacional e intenso processo consultivo, o ICMBio estabeleceu um conjunto de principios e diretrizes para o monitoramento da biodiversidade in situ visando objetividade, efetividade, bem como processos participativos com diferentes atores, desde a concepção à análise dos dados. São eles: