Notícias

Nota à imprensa

Governo oficializa indicação para diretor-executivo do Banco Mundial

Governo brasileiro indicou o nome de Abraham Weintraub para a função
Publicado em 18/06/2020 20h43 Atualizado em 19/06/2020 18h00

O governo brasileiro oficializou a indicação de Abraham Weintraub para diretor-executivo do grupo de países – conhecido como constituency – que o Brasil lidera no Banco Mundial. Com mais de 20 anos de atuação como executivo no mercado financeiro, Weintraub foi economista-chefe e diretor do Banco Votorantim, além de CEO da Votorantim Corretora no Brasil e da Votorantim Securities no Estados Unidos e na Inglaterra.

Weintraub também foi sócio da gestora de fundos Quest Investimentos, integrou o Comitê de Trading da BM&FBovespa e o Comitê de Macroeconomia da Associação Nacional das Instituições do Mercado Financeiro (Anbima). Na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias (Ancord) atuou como conselheiro do Comitê de Macroeconomia.

O economista é professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e possui mestrado em Administração e MBA Internacional. Foi um dos responsáveis pela elaboração do Plano de Governo de campanha do presidente Jair Bolsonaro em 2018. No governo Bolsonaro, Weintraub foi secretário-executivo da Casa Civil da Presidência da República. Deixou o cargo quando foi nomeado ministro da Educação.

A cadeira representada pelo Brasil na diretoria-executiva do Branco Mundial é integrada por Colômbia, Equador, Trinidad e Tobago, Filipinas, Suriname, Haiti, República Dominicana e Panamá.