Notícias

TECNOLOGIA

Economia e Amazon assinam acordo para promoção de serviços públicos digitais

Parceria permite que dispositivo Alexa forneça informações em português baseadas no portal Gov.Br
Publicado em 18/05/2020 13h07

O Ministério da Economia, por meio da Secretaria de Governo Digital, assinou acordo com a empresa de tecnologia Amazon para oferecer aos usuários de serviços públicos mais um canal de acesso a informações do governo federal. Por meio do equipamento Alexa, dispositivo de voz baseado em nuvem, agora é possível saber, por exemplo, como tirar as carteiras digitais de trabalho e de trânsito, ou obter informações sobre o auxílio emergencial e sobre prevenção contra o novo coronavírus. O estabelecimento de acordos com grandes empresas da área de tecnologia faz parte das ações do Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19.

A intenção da parceria é melhorar a experiência dos cidadãos no acesso a informações sobre serviços públicos digitais no país. Desse modo, o dispositivo de inteligência artificial Alexa, lançado em 2019 no Brasil, contribui com a iniciativa e agora passa a oferecer conteúdos oficiais de interesse da sociedade, proporcionando conveniência e comodidade aos usuários. 

O equipamento responde a uma série de perguntas de interesse público, com base no Gov.Br, o portal de serviços públicos do governo federal. Por meio da Alexa, as pessoas podem obter orientações certificadas caso precisem acessar alguns serviços públicos.

Neste primeiro momento, o dispositivo responde as seguintes perguntas:
- Alexa, existe um aplicativo do governo sobre coronavírus?
- Alexa, como solicitar a carteira de trabalho?
- Alexa, como posso obter a carteira de motorista digital?
- Alexa, como solicitar o seguro desemprego?
- Alexa, como posso me inscrever no Cadastro Único?
- Alexa, como gerar o comprovante da inscrição do Cadastro Único?
- Alexa, como posso me inscrever no auxílio do coronavírus?

O acordo de cooperação é válido por um ano, podendo ser prorrogado. Os compromissos e obrigações estabelecidos não geram custos para a administração pública.

“Hoje, temos digitalizados 56% dos 3,5 mil serviços ofertados no portal Gov.Br. A meta é chegar em 2022 com todos eles digitais. Contar com o apoio de uma grande empresa como a Amazon é de extrema importância para divulgar essas informações para um número maior de pessoas”, afirma Luis Felipe Monteiro, secretário de Governo Digital. “O acesso às informações sobre serviços on-line, sem sair de casa, por meio da Alexa, também vai evitar deslocamentos desnecessários nesse período de pandemia. Queremos fortalecer ainda mais essa parceria”, completa.

“A Amazon trabalha continuamente para que a Alexa ofereça o máximo de informações de modo rápido e fácil para os clientes e, neste momento, este acordo de cooperação técnica ajuda cidadãos a ter acesso a informações oficiais”, diz Ricardo Garrido, diretor da empresa. 

Comitê de Crise

Com o objetivo de traçar estratégias e coordenar ações de enfrentamento ao novo coronavírus, o governo federal criou em março o Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19, coordenado pela Casa Civil da Presidência da República. 

No âmbito desse colegiado, também foi instituído o Grupo de Trabalho para a Coordenação de Ações Estratégicas de Tecnologia da Informação. Coube à Secretaria de Governo Digital a responsabilidade de coordenar as ações do referido GT.

A intenção é articular e coordenar ações, em conjunto com diversos segmentos da sociedade, para apoiar o desenvolvimento de iniciativas suportadas pelas Tecnologias da Informação e Comunicações (TIC) e que possam agregar valor aos trabalhos do comitê de crise. O acordo do Ministério da Economia com a Amazon é um dos resultados do grupo.