Notícias

Profissionais terceirizados, de múltiplos serviços, reforçam o time do CHC

Atualmente, cerca de 800 trabalhadores terceirizados atuam no CHC-UFPR/Ebserh.
Publicado em 14/07/2021 08h57 Atualizado em 14/07/2021 13h47

Dedicação, respeito, carinho, e definem a rotina dos cerca de 800 profissionais terceirizados - que atuam no CHC-UFPR/Ebserh. Esses trabalhadores, vinculados a empresas prestadoras de serviço, desempenham um papel importantíssimo no ambiente hospitalar.  

Tudo começa nas entradas do HC, quando pacientes e familiares são recebidos com atenção e gentileza pelos recepcionistas e porteiros. Ou, ainda, pela presença dos profissionais de segurança, que garantem um ambiente seguro para nossos usuários e profissionais.  Para Kaoma de Almeida Carvalho, recepcionista na portaria central do Complexo “atenção e carinho são fundamentais em uma portaria de hospital”. 

Outros trabalhadores que são muito lembrados pela atuação primordial são os das equipes de limpeza e desinfecção das unidades, que não apenas garantem o conforto e higiene dos espaços, mas a segurança dos pacientes e profissionais.  “A limpeza é essencial. Nós trabalhamos para que as equipes de saúde possam fazer o trabalho delas”, relata a servente de limpeza Ana Cláudia Gauto.  

Além desses funcionários, o CHC conta ainda com terceirizados vinculados à manutenção. São eles que, em colaboração com nossas áreas de Engenharia e Infraestrutura garantem que cada detalhe do Complexo funcione da melhor maneira possível: 

“A gente dá o suporte para que os profissionais de saúde estejam 100% atuantes e os equipamentos em perfeito estado para melhor atuação deles”, descreve o técnico eletricista Oziel Antunes. Já o técnico em equipamentos médicos Wilian Barbosa, que faz manutenção em aparelhos como oxímetros e eletrocardiógrafos, reforça que “ todo o trabalho é realizado com rapidez e agilidade, pensando sempre no paciente”. 

Somada à importância da operacionalidade de todos esses trabalhadores, está a satisfação que eles possuem em bem servir a todos, criando junto às equipes e pacientes uma atmosfera de acolhimento e bem-estar. Para a copeira Jandira Clemente, que atua no CHC há seis anos “a maior alegria é ver o paciente feliz. Eu me dedico ao máximo a eles. Já acordo feliz por poder fazer esse trabalho”.  

Por tudo isso, o CHC-UFPR/Ebserh deixa seu agradecimento aos trabalhadores das empesas terceirizadas, que se juntam a nós em torno do mesmo objetivo norteador: cumprir a missão deste Complexo Hospitalar universitário, referência no ensino, pesquisa e assistência na saúde pública.