Notícias

UFC recebe prédio de quatro pavimentos para uso do Complexo Hospitalar

Publicado em 25/06/2021 08h51 Atualizado em 25/06/2021 13h34
Novo prédio Ebserh 3.jpeg
Novo prédio Ebserh 1.jpg
51267765992_fafc7e0aab_o.jpg
51267767047_f943b660dd_o.jpg
51269533795_909808843d_o.jpg
51269536100_60d7e6ee3d_o.jpg
WhatsApp Image 2021-06-25 at 11.34.56.jpeg
WhatsApp Image 2021-06-25 at 11.34.59.jpeg

A Superintendência do Patrimônio da União (SPU) disponibilizou o edifício que abrigava a Superintendência Regional do Trabalho no Ceará (SRT), no Centro de Fortaleza, para uso do Complexo Hospitalar da UFC/Ebserh (CH-UFC). O termo de cessão de uso foi assinado na tarde desta quinta, dia 24, na Reitoria da Universidade, entre o Superintendente da SPU, Cel. Vandesvaldo Carvalho, e o reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Prof. Cândido Albuquerque, com a presença do vice-reitor, Prof. Glauco Lobo, do superintendente e da gerente administrativa do CH-UFC, Prof. Carlos Augusto Alencar Júnior e Eugenie Néri, do superintendente Regional do Trabalho, Fábio Zech Sylvestre, de gestores da SPU/CE e da SRT/CE. O presidente e o vice-presidente executivo da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Gal. Oswaldo Ferreira e Cel. Eduardo Chaves Vieira, respectivamente, também participaram da solenidade, por videoconferência, de Brasília.

O edifício, de quatro pavimentos e cerca de 3.000m², está localizado à Rua 24 de maio, 178, e vai ser destinado a atendimentos de saúde, atividades administrativas e guarda de arquivos. Desta forma, vai liberar espaço nos Hospitais Universitários para melhoria do ensino, com a criação de espaços didáticos, e da assistência em saúde, em ambulatórios, ao paciente internado (central de equipamentos) e à estruturação de um centro cirúrgico oftalmológico, que possibilitará maior qualidade na oferta dos serviços contratualizados, além da ampliação da realização de procedimentos de alta complexidade cirúrgica (FAEC).  “Com este espaço e a melhoria da contratualização com o SUS, via Secretaria Municipal da Saúde, poderemos ampliar em número e em qualidade a prestação de serviços essenciais para a população e a excelência na formação de nossos alunos”, anunciou o superintendente do CH-UFC, Prof. Carlos Augusto Alencar Júnior.

A cessão é uma conquista após meses de planejamento e diálogo entre as partes. Cel. Vandesvaldo Carvalho explica que a destinação do patrimônio foi cuidadosamente avaliada, porque outros órgãos também tinham interesse e, portanto, a decisão foi exclusivamente técnica. “Sabemos que este imóvel vai contribuir com a política pública de saúde, do bem servir, e sabemos da qualidade da UFC. Sejam felizes, usem muito bem esse patrimônio e que Deus nos recompense pelo bem que fazemos a pessoas que nem conhecemos ou até a nós mesmos, no futuro. Que seja um instrumento que melhore as condições de trabalho dos colaboradores da UFC, um instrumento para a melhoria da saúde da população”, declarou.

O presidente da Ebserh, Gal. Oswaldo Ferreira, ressaltou que, essa cessão vai permitir que o CH-UFC entregue imóveis alugados, fazendo melhor uso do recurso público. “A sociedade é diretamente beneficiada. Deixamos de pagar alguns alugueis, abrindo espaço para que tenhamos opção de melhor atuação dentro das nossas duas atividades fins. Nosso lema, Ensinar para Transformar o Cuidar, se fortalece com esse apoio interinstitucional”, disse, agradecendo aos gestores e, na pessoa do Prof. Carlos Augusto, aos profissionais da saúde “que estão arriscando suas vidas para salvar vidas alheias nesta pandemia”.

Em sua fala, o reitor ressaltou que a parceria com a Ebserh tem engrandecido em muito a assistência, a formação de pessoal e a pesquisa em saúde no âmbito da universidade e atribuiu a liberação do edifício ao reconhecimento da SPU à qualidade deste serviço. “Este imóvel representa não só o crescimento do patrimônio físico, mas também da qualidade do trabalho que iremos prestar. Para muitos cidadãos de Fortaleza e do interior, o Complexo Hospitalar é a única opção, seu ponto de apoio. É isso que nos move: sentimento de solidariedade, de atenção ao próximo, de auxílio a quem precisa. Assumimos a responsabilidade de fazer com que este prédio venha a contribuir para aliviar a dor de muitas pessoas”, completou.

O Complexo Hospitalar da UFC/Ebserh é formado pelo Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) e pela Maternidade-Escola Assis Chateaubriand (MEAC), tem cerca de 4.000 colaboradores e é gerido pela Ebserh, por meio de contrato de gestão com a UFC, desde novembro de 2013.

 

Fotos: Victor Braga (Coordenadoria de Comunicação e Marketing da UFC)

 

Jornalista responsável: Danielle Campos de Aguiar 

Unidade de Comunicação Social

Maternidade-Escola Assis Chateaubriand

Complexo Hospitalar da UFC

Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares

comunicacao.meac@ebserh.gov.br | (85) 3366.8577